Notícias

Estudantes da rede estadual apresentam projetos na Feira de Ciência Jovem

publicado: 07/11/2019 13h07, última modificação: 07/11/2019 13h08
Feira de Ciência Jovem.jpeg

Cinco estudantes da rede estadual de Ensino apresentam projetos na 25° edição da Feira Ciência Jovem, que ocorre no Recife (PE). O evento, que tem duração de três dias, é uma feira internacional de projetos científicos criados entre os muros da escola, permitindo compartilhamento de ideias entre estudantes e professores de vários lugares do Brasil e do mundo. O evento, que teve início na última quarta-feira (6) e finaliza nesta sexta-feira (8), proporciona aos alunos participarem nas categorias ‘Desenvolvimento Tecnológico’ e ‘Incentivo à Pesquisa’.

José Rafael da Silva, Franciele Maria da Silva e Maria Aparecida Nascimento de Souza são alunos da 3ª série do ensino médio da Escola Estadual Antônio Francisco Gomes, da cidade de Santa Cecília. Os estudantes desenvolveram, com os professores Raimundo Sales de Oliveira e Adriel Silva dos Santos, de forma interdisciplinar, o envolvimento das disciplinas de Biologia e Língua Portuguesa no projeto “Plantas que curam -  alternativa saudável no combate às enfermidades”. O objetivo do projeto é despertar nos estudantes e na sociedade a prática das plantas medicinais como meio de cura das doenças que não precisam de medicamentos químicos.

Os estudantes José Alisson e Artur Cândido, da Escola Cidadã Integral Técnica Professor Lordão, do município de Picuí, participam pela terceira vez da Feira Ciência Jovem. O projeto que está sendo apresentado tem por título “Mão biônica: um estudo sobre próteses para deficiência física”, que consiste em um protótipo da prótese de uma mão elaborada na impressora 3-D, que realiza movimentos autônomos através da programação em arduino, uma placa de programação livre, facilitando a realização de atividades rotineiras. O projeto foi coordenado pela professora de Robótica e Física Érika Suely.

Experiências

Para a aluna Maria Aparecida Souza, a feira é uma grande oportunidade de expandir seus conhecimentos e explorar também grandes projetos. “Muito feliz em poder estar aqui participando pela primeira vez desta mega feira, onde estou tendo a oportunidade de passar meu conhecimento em relação ao projeto que estamos apresentando. É gratificante poder ver tantos projetos interessantes. Agradeço a todos pela rica oportunidade”, explica a aluna.

A estudante Franciele da Silva conta que está vivenciando, pela segunda vez, uma experiência incrível. “Participei desse evento no ano passado e simplesmente amei, muito interessante! Assim como no ano anterior estou fascinada e feliz em poder interagir com pessoas de todo país e até de fora”, ressaltou.

Para o professor Adriel Santos, ver sua escola ganhando destaque no evento é recompensador. “É uma imensa alegria poder representar, pelo segundo ano consecutivo, a Escola Estadual Antônio Francisco Gomes em um evento tão grandioso como a Ciência Jovem. Neste ano com um projeto voltado para categoria incentivo à pesquisa, mostrando o poder de cura das ervas medicinais para um público tão diversificado. O mais interessante de estar aqui é que, além da exposição do nosso trabalho, temos também a oportunidade de conhecer projetos de todos estados do país, inclusive internacionais”, disse.

O professor Raimundo Oliveira explica que “como professor de Biologia, foi maravilhoso desenvolver com os alunos da 3ª série do Ensino Médio da Escola Estadual Antônio Francisco Gomes o projeto com ervas medicinais, em que foram realizadas pesquisas com pessoas que fazem uso dessas plantas como instrumento de tratamento”.

O estudante Artur Cândido relata que “através da Ciência Jovem, pude obter uma maior motivação no conhecimento da robótica e estudar eletrônica, colaborando com disciplinas como Física e Biologia, como também me alegro em poder conhecer e fazer novas amizades e conhecer novos projetos relacionados à robótica”.

Para a professora Érika Suely, a possibilidade de observar o protagonismo e entusiasmo dos estudantes, é gratificante. “É muito bom ver neles o desenvolvimento de habilidades na área da robótica”, explica.

A feira – A Ciência Jovem é uma feira internacional de ciência realizada anualmente pelo Espaço Ciência. Por meio dela, professores e alunos têm a oportunidade de apresentar pesquisas desenvolvidas no seu cotidiano de forma lúdica e criativa, fomentando a cultura científica. Em sua 25ª edição, são mais de 300 trabalhos, com equipes de todos os estados do país e também com projetos internacionais.