Notícias

Sedh participa de reunião e mostra de alimentos da agricultura familiar para órgãos federais

publicado: 07/11/2019 14h03, última modificação: 07/11/2019 14h03
1 | 4
Fotos: Luciana Bessa
2 | 4
3 | 4
4 | 4
07-11-20 Reunião Compra da Agricultura Familiar - foto Luciana Bessa (19).JPG
07-11-20 Reunião Compra da Agricultura Familiar - foto Luciana Bessa (26).JPG
07-11-20 Reunião Compra da Agricultura Familiar - foto Luciana Bessa (8).JPG
07-11-20 Reunião Compra da Agricultura Familiar - foto Luciana Bessa (10).JPG

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), por meio da Secretaria Executiva de Economia Solidária (Sesol), em parceria com o Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), participou nesta quinta-feira, (7), de Reunião Gerencial - Compras de Alimentos da Agricultura Familiar para Órgãos na Paraíba, realizada no Auditório da Paraíba Previdência (PBprev).

O Evento, promovido pelo Ministério da Cidadania e pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), em parceria com o Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura(IICA) e Programa Semear Internacional reuniu dezenas de produtores, associações e cooperativas ligadas à agricultura familiar dos diversos segmentos: frutas, raízes, hortaliças, derivados de leite e artesanato.

Segundo o consultor Ambiental do Procase, Thiago Silva, "essa é uma mostra realizada pelo Governo Federal, graças ao sucesso da mostra realizada no mês passado, pelo Governo estadual, através da Sesol e Procase, fomos contactados para realizar evento semelhante, desta vez para entes governamentais federais como Institutos Federais, Universidade, Exército e demais setores do Governo Federal, com o objetivo de conversar com produtores do Estado, para que conheçam os produtos e possam levar as compras governamentais para o âmbito federal".

De acordo com o consultor, "a agricultura familiar da Paraíba tem condições de produzir e comercializar com o Governo Federal, para isso temos também a feira que acontece semanalmente no estacionamento da PBprev, onde os produtores comercializam desde o leite de caprinos, hortifruti, polpa de frutas, frangos e ovos caipira. Todos os produtos têm registros, o que garante a comercialização institucional, através de editais e chamamentos dos Planos de Aquisição de Alimentos (PAA) e Plano Nacional de Abastecimento Escola (PNAE)”, enfatizou.