Notícias

Vendas do varejo expandem 6% na Paraíba e lideram crescimento no Nordeste, aponta IBGE

publicado: 15/01/2020 16h16, última modificação: 15/01/2020 16h16

As vendas do comércio varejista da Paraíba lideraram indicador entre as unidades da federação da Região Nordeste no mês de novembro. Segundo a Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nesta quarta-feira (15) pelo IBGE, o volume de vendas cresceu 6% em novembro de 2019, na comparação com o mesmo mês do ano anterior, ficando bem acima da média do País (2,9%). Foi o segundo mês consecutivo de maior taxa de crescimento entre os Estados do Nordeste. Em outubro, também havia liderado o indicador com alta expressiva de 7,2%.  

No ranking do Nordeste, a Paraíba (6%) superou todos os estados, entre eles Bahia (3,4%); Rio Grande do Norte (3,2%%); Ceará (0,8%) e Maranhão (0,3%). Outros Estados da Região registraram queda como Piauí (-1,7%); Sergipe (-1,6%) e Alagoas (-1,0%) e Pernambuco (-0,3%).Veja a tabela abaixo completa. Já no ranking do País, a Paraíba obteve o quinto maior índice em novembro, atrás apenas dos estados de Roraima (18,2%); Amapá (16,1%); Amazonas (13,3%) e Santa Catarina (10,2%).

Nos outros indicadores do setor, medido pelo BGE, o comércio ampliado, que analisa os segmentos de veículos, peças e materiais de construção, mostrou também forte expansão na Paraíba (7,2%) sobre novembro de 2018, enquanto que na comparação com o mês anterior, o estado registrou leve alta de 0,1%.

Impulsionadas pelas promoções da Black Friday em novembro do ano passado, o comércio varejista registrou taxas positivas sobre igual mês do ano anterior em sete das oito atividades pesquisadas. Entre os setores que apresentam maiores avanços nas vendas, destacaram-se: Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo; Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos; Móveis e eletrodomésticos e Outros artigos de uso pessoal e doméstico. Ainda segundo o IBGE, a única queda nas vendas do varejo em relação a novembro de 2018, encontra-se apenas a atividade de Livros, jornais, revistas e papelaria.

Taxa do volume vendas de novembro

ESTADO

      Taxa

PARAÍBA

6%

Bahia

3,4%

Rio Grande do Norte

3,2%

Ceará

0,8%

Maranhão

0,3%

Pernambuco

-0,3%

Alagoas

-1%

Sergipe

-1,6%

Piauí

-1,7%

Brasil

2,9%

Fonte: IBGE/PMC