Notícias

Gincana de Educação para o Consumo reúne alunos da rede estadual de ensino

publicado: 07/11/2019 19h11, última modificação: 07/11/2019 19h11
1 | 12
Fotos: Walter Rafael
2 | 12
3 | 12
4 | 12
5 | 12
6 | 12
7 | 12
8 | 12
9 | 12
10 | 12
11 | 12
12 | 12
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael ( (4).JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael ( (2).JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael ( (3).JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael ( (5).JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael ( (6).JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael ( (7).JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael ( (8).JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael ( (9).JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael (.JPG
procon coordena a 9 gincana escolar para consumo_foto walter rafael (1).JPG
representante procon nordeste_foto walter rafael (4).JPG
sup_procon pb_foto walter rafael.JPG

Estudantes da rede estadual de ensino participaram, na tarde desta quinta-feira (7), da 9ª Gincana de Educação para o Consumo, promovida pela Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor da Paraíba (Procon-PB). A ação, realizada na Escola Técnica de Mangabeira, contou com a presença de cerca de 500 alunos de 15 escolas estaduais que aprenderam, de uma forma dinâmica, um pouco mais sobre os direitos do consumidor, consumo responsável e outros assuntos.

De acordo com a superintendente do Procon-PB, Késsia Cavalcanti, o evento teve como objetivo ampliar o conhecimento dos estudantes acerca dos direitos e deveres do consumidor, usando o formato de gincana para atrair a atenção deles e integrar a comunidade escolar com o Procon-PB. "Aqui buscamos educar através de atividades lúdicas junto às escolas, lembrando que as regras foram devidamente desenvolvidas com a Secretaria de Educação. Queremos repassar os conhecimentos e fazer com que os estudantes se tornem multiplicadores de informações sobre o consumo", observou.

Késsia Cavalcanti ainda comentou que os primeiros colocados na gincana educativa recebem computadores e troféus, mas todas as 15 escolas envolvidas recebem algum tipo de premiação. "Nosso maior prêmio é o repasse de conhecimento sobre os direitos do consumidor para esses jovens, essa é nossa grande intenção", frisou.

Durante a gincana os estudantes passaram por provas como apresentação de peça teatral, paródia coreográfica, criação de um slogan e logomarca, apresentação de uma revista em quadrinhos sobre a Educação para o Consumo, entre outras atividades.

O presidente do Fórum dos Procons do Nordeste, Leandro Almeida, parabenizou a Paraíba pela atividade que promove uma integração do Procon com a juventude. "Eu nunca vi uma ação como esta em outro estado. Acredito que seja algo pioneiro e por isso parabenizo o Governo da Paraíba pela bela iniciativa. Isso é algo muito importante para esses adolescentes que estarão mais preparados para entender os deveres e defender os direitos do consumidor", pontuou.

A diretora da Escola Estadual José Vieira, Maria Goreth, enfatizou o papel da gincana como uma ação motivadora para que os estudantes busquem mais conhecimentos sobre o tema. "Hoje temos 78 alunos participando dessa gincana. Recebemos as provas e nos preparamos para cumprir as atividades da melhor forma. Os alunos ficaram muito empolgados com a atividade e juntos puderam adquirir muitos conhecimentos sobre educação para o consumo", analisou a diretora.

A aluna Amanda Lucena, que estuda na Escola Estadual José Vieira, concordou com as palavras da diretora da escola e acrescentou que a gincana foi levada a sério pelos alunos. "Nos esforçamos muito, organizamos tudo com muita dedicação e acredito que essa gincana está sendo essencial para que possamos aprender muito mais sobre o papel do Procon e sobre os nossos direitos", afirmou.

"Estou no 9º ano e não conhecia muito sobre os direitos do consumidor. É uma atividade muito boa, porque incentiva os alunos a consumir de forma mais consciente e repassar informações para outras pessoas", falou a aluna Vitória Barbosa, que estuda na Escola Estadual professor Paulo Freire.

O estudante Mateus Augusto, da Escola Estadual Raul Córdula, também expressou sua avaliação positiva acerca da gincana. "É a primeira vez que estou participando e acho muito legal ver a integração de todos em busca de um objetivo. Essa gincana serve também para nos tirar da rotina do dia-a-dia que às vezes é cansativa, além de fazer com que a gente aprenda de forma mais criativa", avaliou.