Notícias

Socioeducandos do Lar do Garoto iniciam curso de Aprendizagem Profissional

publicado: 13/03/2020 10h59, última modificação: 13/03/2020 11h32
1 | 13
2 | 13
3 | 13
4 | 13
5 | 13
6 | 13
7 | 13
8 | 13
9 | 13
10 | 13
11 | 13
12 | 13
13 | 13
89613657_2508035942789229_1591502880311869440_n.jpg
84106331_875113359604855_766994276172169216_n.jpg
89123413_1388259728013391_7869500849397956608_n.jpg
89598337_2251700665125025_1572464561599021056_n.jpg
89627373_2837217036358530_2132062589398548480_n.jpg
89630286_1164555170405640_1602702170744946688_n.jpg
89642084_224185772305359_1410471864211341312_n.jpg
89731554_2819644451453747_8108276901929287680_n.jpg
89658384_188807405749190_1658864859619524608_n.jpg
89625005_1500871263403696_7924464121410486272_n.jpg
foto2.jpg
89628015_207935823880233_8336176353510424576_n.jpg
foto.jpg

Na certeza de que a qualificação profissional vem sendo de fundamental importância na redução dos índices de internação no sistema socioeducativo, a Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” vive mais um marco na sua história, com a participação de 20 adolescentes que cumprem medidas no Lar do Garoto no curso de Aprendizagem Profissional Comercial em Serviços Administrativos (Jovem Aprendiz no Sistema Socioeducativo).

O curso de Assistente Administrativo é fruto do convênio assinado entre o Governo do Estado (por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano e da Fundac), o Ministério Público do Trabalho (por meio da Procuradoria Regional do Trabalho da 13ª Região), a Superintendência Regional do Trabalho, o Tribunal de Justiça do Estado, o Ministério Público, a Defensoria Pública, e a Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado da Paraíba (Fecomércio/PB).

A aula inaugural foi realizada na segunda-feira (9), no auditório do Senac, em Campina Grande. “Hoje fizemos a aula inaugural do Projeto de Aprendizagem Profissional no Sistema Socioeducativo na Paraíba. Uma iniciativa pioneira onde internos do Lar do Garoto foram contratados como jovens aprendizes e farão a parte teórica e prática dentro da própria Unidade Socioeducativa. Nele o Senac-PB será responsável por ministrar o curso de assistente administrativo cuja prática supervisionada será de competência da empresa de Relacionamento AeC”, explicou Raulino Maracajá.

Durante a solenidade, Noaldo Meireles, presidente da Fundac, lembrou que o Ministério Público do Trabalho, por meio do procurador Raulino Maracajá, vem sendo um grande parceiro nesse projeto, e em outros anteriores, de iniciação no processo de formação no sistema socioeducativo e agradeceu ao TJPB, MPE, Senac, Fecomércio e a AeC pela parceria de sucesso e de futuro por meio do programa S.E.J.A.

“Hoje temos 59 adolescentes no Lar do Garoto e essa conquista é fruto de um trabalho em conjunto do Governo do Estado com a Vara da Infância, com a Promotoria da Infância, com a Secretaria de Educação e do processo iniciado com os cursos profissionalizantes que abre um horizonte de mudança de vida para todos esses jovens que estão aqui. Falamos em ressocialização, quando na verdade estamos tratando de primeira oportunidade, de dar uma chance a cada um desses jovens, de começar uma vida diferente de tudo que foi negado a eles pela sociedade e que o Governo busca resgatar através desses projetos”, disse o presidente da Fundac.

João Juntoli, diretor jurídico da AeC – Relacionamento com Responsabilidade, que de maneira pioneira abraçou o projeto e contratou os jovens aprendizes, agradeceu aos órgãos envolvidos no Projeto e falou da “imensa honra e orgulho” de poder estar no lançamento e na aula inaugural do programa S.E.J.A – Socioeducação. Ensino. Justiça. Aprendizagem.

“O projeto S.E.J.A. é um dos mais importantes que já tive a oportunidade de conhecer nesta área, não apenas por sua grandeza, mas, também, pela possibilidade de integração e sinergia entre a iniciativa privada, o poder judiciário e executivo e uma das mais importantes entidades ligadas à aprendizagem. Através dele, podemos comprovar que quando há boa vontade, responsabilidade social, comprometimento e valores, é possível unir atores importantes da sociedade em prol do bem comum”, comentou João Juntoli.

“Podemos ser preparados para ser qualquer coisa na vida, mas temos que acreditar em nós mesmos, porque a vida não é fácil. Eu acredito em todos vocês. Terão uma oportunidade ímpar, que passa por todos nós de forma diferente, então façam um compromisso com vocês mesmos, aproveitem essa oportunidade. Aprendam e se preparem para uma profissão”, incentivou Marconi Medeiros, presidente da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado da Paraíba (Fecomércio PB).

Em sua fala, Marconi lembrou ainda que o curso do Senac é uma formação profissional para o comércio, para o serviço e para o turismo, onde os alunos terão três opções diferentes de carreira a seguir e garantiu que, ao final do curso, os socioeducandos terão três meses de estágio assegurado.

Luiz Antônio da Silva Sousa, diretor do Complexo Lar do Garoto, diz estar vivenciando um marco histórico na Socioeducação da Paraíba. “Uma linda e pioneira iniciativa em nosso Estado, onde 20 socioeducandos do Lar do Garoto estão como aprendizes, e farão a parte pratica/teórica dentro da unidade. Palavras não explicam esse dia, apenas a gratidão reina nesse momento! Oportunidade, chance e muita fé para dias melhores!”, comemorou.

“A gente precisava apenas de uma oportunidade como essa para mostrar nossa mudança de vida para a sociedade. Quero agradecer aos nossos familiares que apesar de tudo nunca desistiram de nós, e a todos do Lar do Garoto pela confiança e a oportunidade que estão nos dando, como também ao Senac, a Vara da Infância, ao MPT e a empresa AeC por nos qualificar para o mercado de trabalho. Hoje sou grato e orgulhoso em dizer que sou um jovem aprendiz. Que Deus nos abençoe e que a gente consiga alcançar todos os nossos objetivos”, falou um dos socioeducandos contemplados com o Programa.

Durante o encerramento da aula inaugural, cinco socioeducandos do Lar do Garoto, que fazem parte do grupo musical Unidos pela Paz, coordenado pelo agente socioeducativo e instrutor musical, Nilson Mattos, apresentaram um belo repertório para os presentes.

A solenidade contou ainda com a presença do superintendente regional do Trabalho na Paraíba, Abílio Sérgio Correia; do juiz da 2ª Vara da Infância e Juventude de CG, Hugo Zaher; da coordenadora da Seção de Assistência Psicossocial da Vara da Infância, Mickaelli King; da procuradora-chefe do MPT na Paraíba, Myllena Alencar; da secretária de Desenvolvimento e da Articulação Municipal do Estado da Paraíba, Ana Cláudia Vital; a promotora de Justiça, Elaine Cristina Alencar, e a procuradora do Trabalho, Marcela Asfora. Além do vice- diretor do Lar do Garoto, Antônio Márcio, do procurador da Fundac, Alysson Filgueira, e da coordenadora do eixo profissionalização da Fundac, Silvana Cibelle.