João Pessoa
Feed de Notícias

Vistoria eletrônica do Detran vai reduzir em 50% espera dos usuários

segunda-feira, 2 de maio de 2011 - 20:02 - Fotos:  Ernane Gomes/Secom-PB

Governador falou dos benefícios do sistema para usuários e servidores

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) está passando por um processo de modernização que vai proporcionar melhor assistência e agilidade no atendimento ao usuário. No final da tarde desta segunda-feira (2), o governador Ricardo Coutinho lançou o sistema de vistoria eletrônica, que vai reduz em 50% o tempo de espera dos usuários e evitar fraudes no setor. Além disso, ele anunciou a criação do Núcleo de Atendimento às Vítimas de Acidentes de Trânsito, bem como a implantação, em breve, do gerenciamento eletrônico de documentos.

Durante a solenidade, o governador Ricardo Coutinho destacou a importância das medidas implementadas não somente pela agilidade no atendimento ao usuário, mas também pela proteção ao servidor que desempenha sua função de forma correta e que às vezes é submetido a situações constrangedoras, bem como vão garantir mais segurança e respeito à clientela do Detran.

“Nós queremos tornar cada vez mais transparente o trabalho público nos mais diversos setores. Essa é uma necessidade muito forte, seja no Detran, seja em qualquer outro órgão do Estado da Paraíba”, declarou o governador, adiantando que é fundamental promover a reorganização de um órgão como o Detran, a fim de torná-lo mais operoso, ágil e respeitador dos direitos dos contribuintes.

Com relação ao Núcleo de Atendimento às Vítimas de Acidentes de Trânsito, Ricardo Coutinho ressaltou ser este um meio de interagir com a comunidade, oferecendo assistência psicológica aos acidentados e informações sobre os seus direitos, a exemplo do seguro obrigatório, um serviço muitas vezes inacessível para quem precisa por falta de conhecimento.

O governador comentou ainda que o Governo do Estado vai implantar a carteira de habilitação social, que vai beneficiar as pessoas de baixa renda, e conceder anistia do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA – aos proprietários de motocicletas de até 150 cilindradas.

Ricardo Coutinho acompanhou a aplicação do novo sistema

Vistoria eletrônica – O superintendente do Detran, Rodrigo Carvalho, informou que estão sendo investidos cerca de R$ 800 mil na implementação do sistema de vistoria eletrônica, que nesse primeiro momento funcionará em João Pessoa e será estendido paulatinamente para o restante do Estado. Segundo ele, a implantação do serviço está sendo possível por conta da economia que o órgão conseguiu fazer ao deixar de emitir os boletos para as residências.

A Paraíba é o segundo Estado a implantar a vistoria eletrônica, que começou a ser feita pelo Detran de Pernambuco na última quinta-feira. Foram adquiridos 74 kits compostos por um laptop e um equipamento de captura de imagens digitais (palm) com uma microcâmera acoplada a um cabo flexível, semelhante aos equipamentos utilizados para endoscopias. O uso do equipamento – uma determinação do Conselho Nacional de Trânsito –  reduz em 50% o tempo de espera dos usuários e evita fraudes no setor de vistoria.

Para garantir a segurança das informações, esse equipamento envia, automaticamente, via rede sem fio (wi-fi) os arquivos registrados, para um local pré-determinado. A câmera captura as imagens de chassis, motores, traseira e placas dos veículos e as fotografias são enviadas para os arquivos do Detran , através de imagens criptografadas. Os arquivos são enviados automaticamente, evitando seu manuseio posterior e proporcionando a segurança das informações. Até então, as vistorias eram realizadas com o sistema conhecido como decalque, que registra o número do chassi no papel através da grafitagem.

Apoio às vítimas de trânsito – O Núcleo de Apoio às Vítimas de Trânsito funcionará no Shopping Carro Legal, na estrada de Cabedelo. Seu principal objetivo é desenvolver projetos e programas de prevenção e assistência psicológica aos familiares e acidentados, contribuindo para a humanização do trânsito e a integridade da vida.

O núcleo também executará campanhas educativas e desenvolverá estudos e pesquisas para o planejamento de ações preventivas e reabilitadoras. Estão previstas parcerias com hospitais, universidades e ONGs, a fim de que a assistência às vítimas e aos seus familiares possa ser prestada sob vários aspectos.