João Pessoa
Feed de Notícias

Vice-governadora participa de acolhida e posse do novo bispo de Campina Grande

sábado, 2 de dezembro de 2017 - 22:44 - Fotos:  Junior Fernandes

A vice-governadora Lígia Feliciano participou da solenidade de acolhida do oitavo bispo de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, no final da tarde deste sábado (2), na Praça da Bandeira, no Centro. Depois, Lígia seguiu a procissão com bispos da CNNB Regional Nordeste 2, padres, seminaristas, autoridades, parlamentares, a exemplo do deputado Damião Feliciano, e fiéis até a Catedral Nossa Senhora da Conceição, onde foi celebrada a missa de posse.

Dom Dulcênio, que foi transferido da Diocese de Palmeira dos Índios (AL), foi recepcionado pela comunidade católica de Campina Grande, com uma carreata, que saiu do Distrito Industrial, na BR-104, uma das entradas da cidade, com destino ao Centro para a cerimônia da acolhida, sendo acompanhado pelos arcebispos Dom Manoel Delson (Paraíba) e Dom Antônio Muniz Fernando (Maceió).

Diante de milhares de fiéis, Dom Dulcênio agradeceu a recepção e disse que sua missão vai ser especialmente em defesa dos mais necessitados.  “Pudesse traduzir e corresponder à altura que mereceis, a calidez do vosso acolhimento,  sabei Campina Grande, a Paraíba não recebe apenas um novo bispo, desejo ser mais um amigo, um irmão, um pai”, ressaltou.

Defesa dos pobres – Em nome do governador Ricardo Coutinho, a vice-governadora Lígia Feliciano deu boas vindas ao novo bispo de Campina Grande, e destacou o papel institucional da Igreja Católica .para a transformação da alma e dos ensinamentos cristãos. Ainda ressaltou, em sua fala, que a missão do Governo da Paraíba também é a defesa dos que mais precisam.

“Ressaltamos a importância de lutar para diminuir as desigualdades, de lutar a favor dos pobres, dos que mais precisam, das mulheres, contra a violência e por aqueles que não têm voz. Nós temos que lutar e representar todos eles. E eu vejo na Igreja Católica a importância de guiar o seu rebanho na fé e trabalhar sempre pelo povo”, enfatizou Lígia.