João Pessoa
Feed de Notícias

Vice-governadora abre feira de empregos para portadores de deficiência em Campina

quinta-feira, 10 de setembro de 2015 - 16:57 - Fotos:  Júnior Fernandes

A vice-governadora Lígia Feliciano participou, nesta quinta-feira (10), da solenidade de abertura do Dia da Empregabilidade, no auditório da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (Fiep), em Campina Grande. Trata-se de uma feira com 600 oportunidades de emprego para deficientes. O evento é promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh) e Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad), em parceria com o Ministério do Trabalho e diversos órgãos e empresas.

“Esse Dia D da Empregabilidade é muito importante. Aqui o portador de deficiência tem a oportunidade de ser encaminhado a um posto de trabalho. Nós estamos reunindo a Secretaria de Desenvolvimento Humano, Funad e Sine estadual com o Ministério do Trabalho e empresas, com o objetivo de valorizar, dar cidadania e fazer com que o cidadão encontre o emprego para o qual tenha aptidão”, ressaltou Lígia Feliciano, destacando também as parcerias com a AACD e Apae, em Campina Grande, entre outras entidades.

Conforme a gerente da 3ª Região da Sedh, Melina Ribeiro Rodrigues, a intenção é inserir mais deficientes no mercado de trabalho. “O número de deficientes empregados não está satisfatório. Temos muita oferta e empresas com vagas, mas não temos demanda”, explicou.

Por sua vez, a presidente da Funad, Simone Jordão, destacou que as vagas não são preenchidas devido às exigências feitas pelas empresas de profissionais qualificados e experientes e o papel do governo é capacitá-los e buscar inseri-los no mercado de trabalho. “Sabemos que a inserção de pessoas com deficiências no mercado de trabalho não é um processo fácil. As empresas disponibilizam vagas e exigem profissionais qualificados. A baixa escolaridade e a falta de qualificação dificultam a entrada dessas pessoas nas vagas”, disse Simone Jordão.

A feira também serviu para aqueles deficientes que não possuem todos os documentos necessários para concorrer às vagas. No local, houve emissão de Carteiras de Trabalho e orientação de como montar o currículo. As vagas são destinadas para deficientes físicos, visuais e auditivos. Segundo a organização, 40 empresas montaram stands na feira para receber os interessados, que devem levar os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência, laudo médico, certificado de homologação do Instituto de Nacional do Seguro Social (INSS), Carteira de Trabalho e currículo.