João Pessoa
Feed de Notícias

Vendas de rendeiras paraibanas superam R$ 20 mil em feira de Brasília

terça-feira, 3 de setembro de 2013 - 16:59 - Fotos: 

Em apenas três dias de evento, as peças exclusivas confeccionadas pelas rendeiras paraibanas de renascença e labirinto geraram um volume de negócios de mais de R$ 20 mil em vendas na Feira de Artesanato, Bordados e Rendas (Renda-se), no Pontão do Lago Sul, em Brasília, Distrito Federal.

O balanço da feira que, ocorreu de 29 de agosto a 1º de setembro, foi divulgado esta semana pelo Programa de Artesanato da Paraíba (PAP). O valor comercializado foi revertido diretamente para as artesãs das cooperativas representadas, entre elas a Associação das Artesãs Rurais de Serra Rajada, do município de Riachão de Bacamarte; Cooperativa das Bordadeiras de Alagoa Nova e Associação do Ateliê Renascença de São Sebastião do Umbuzeiro.

A rendeira Dorinha Ramos, de Campina Grande, comemorou o sucesso das vendas feitas em Brasília. “Eu não esperava que as vendas fossem tão boas, pois só da minha cooperativa vendemos R$ 7 mil e recebi encomenda de R$ 2 mil para fazer embalagens de bens casados para um casamento. Além disso, as peças que mais vendemos foram os jogos americanos, toalhas de mesa e peças de vestuário. Essas feiras são importantes para divulgar nosso trabalho e realizar vendas, pois eu e minha família vivemos exclusivamente do artesanato. Graças ao Programa, também já pude incluir minhas duas filhas que já me ajudam nas confecções das peças”, revelou a artesã.

Cheia de charme retrô, a renda aparece em produções tradicionais, modernas, delicadas e até em sapatos, como já foram usadas por muitos estilistas e designers famosos. Por isso, o “feito à mão” das artesãs paraibanas sempre conseguem destaques em feiras nacionais e até internacionais. Temos a preocupação em levar o artesanato paraibano para todas as feiras, as quais o programa é convidado, pois tudo se torna uma oportunidade para conhecer nosso trabalho, fazer contatos e certamente futuras vendas. Não é à toa que estamos sempre recebendo inúmeros convites e, por isso, acabamos dividindo as participações dos artesãos em todas elas. Além desses, há aqueles artesãos que já estão na produção voltada para o próximo Salão do Artesanato da Paraíba, que tem início em dezembro”, disse a coordenadora do PAP, Ladjane Barbosa.

O Programa de Artesanato da Paraíba é coordenado pela primeira-dama do Estado, Pâmela Bório, e está vinculado à Secretaria de Estado do Turismo e do Desenvolvimento Econômico (Setde).

Renda-se” – Na edição de 2013, a III Feira de Artesanato, Bordado e Rendas (Renda-se) selecionou trabalhos de artesãos de todo o Brasil, tendo o cuidado de contemplar as cinco regiões brasileiras: Centro-oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul. A programação ofereceu ainda aos participantes palestras, rodada de negócios e a “Oficina saber fazer”.

A feira de economia solidária trouxe ainda destaque nas coleções de marcas e estilistas nacionais e internacionais, bem como trabalhos premiados e já exportados de associações e grupos de rendeiras e bordadeiras de diversos estados brasileiros. Além disso, 10% do valor da venda dos produtos foram revertidos em doações para a manutenção do Lar São José, instituição que abriga idosos no Distrito Federal.