João Pessoa
Feed de Notícias

Vencedor do ‘Bombeiro de Aço’ completa circuito em menos de quatro minutos

quinta-feira, 20 de agosto de 2015 - 09:25 - Fotos: 

Apenas três minutos e 17 segundos. Esse foi o tempo que o sargento Rodrigo Queiroz, do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB), precisou para terminar o circuito de sete provas da 10ª edição da competição Bombeiro de Aço. O evento, que marcou as comemorações do 17º aniversário do Batalhão de Busca e Salvamento do CBMPB, aconteceu nessa quarta-feira (19), no Ponto de Cem Réis, em João Pessoa.

A competição reuniu representantes de todas as unidades da instituição no Estado, somando 50 competidores e muitos torcedores civis e militares. O comandante geral do CBMPB, coronel Jair Carneiro, destacou a relevância da competição, ao estimular o desenvolvimento de capacidades técnicas do bombeiro militar.

“Aqui nas provas podemos verificar a resistência, a desenvoltura e o conhecimento técnico dos competidores, pois eles têm que realizar todas as etapas no menor tempo possível para se consagrar o ‘bombeiro de aço’”, lembrou. A competição se dividiu nas categorias individual e por equipes, com representantes femininos e masculinos nos dois tipos.

O sargento Rodrigo Queiroz, campeão na categoria individual e representante do Batalhão de Busca e Salvamento, agradeceu a oportunidade de participar do evento e se disse honrado em fazer parte do Corpo de Bombeiros.

“A corporação me permitiu treinar e com muito esforço consegui vencer essa competição tão difícil, visto que todos os bombeiros militares são preparados fisicamente. Fico orgulhoso e feliz por estar preparado fisicamente e tecnicamente para atender às ocorrências que fazem parte do nosso trabalho. Essa competição mostra um pouco do nosso trabalho, muitas vezes chegamos no nosso limite físico, mas damos nosso melhor e saímos com a satisfação de poder ajudar alguém”, revelou.

Na categoria individual feminino, a campeã foi a tenente Isabel Reis, do Quartel do Comando Geral, que terminou todo o circuito em 12 minutos e 51 segundos. “Estou muito feliz em ter concluído a prova, pois esse era meu objetivo. Receber o título de bombeira de aço foi melhor ainda, pois a prova realmente exige muita força, resistência, concentração e técnica”, contou, ao acrescentar que o título a motiva a continuar mantendo o preparo físico que é tão importante na profissão.

A competição também registou um bom número de expectadores civis, que vibraram e torceram muito para cada competidor que iniciava o circuito. “As provas foram bem elaboradas, inclusive os primeiros competidores foram muito rápidos. Fiquei impressionado e gostei da iniciativa da corporação”, disse o aposentado Jamacy Mousinho, de 75 anos.

O Circuito - O conjunto de exercícios da competição, que precisava ser terminado em um tempo máximo de 15 minutos, consistiu nas seguintes provas: escada e içamento de mangueira; simulador de entrada forçada; corrida em ziguezague; arrasto de mangueira; subida na escada com motosserra e resgate de vítima (um boneco com 75kg).

Cada etapa simulou situações semelhantes às que ocorrem durante o atendimento de ocorrências por parte dos bombeiros. O grupo de atividades testou habilidades como resistência física, controle emocional e psicológico, técnicas de Busca e Salvamento e conhecimento profissional.

Premiação – Além dasmedalhas e troféus, os vencedores foram premiados com aparelhos eletrônicos. Na categoria individual, tanto feminino quanto masculino, o primeiro lugar recebeu uma TV de 42 polegadas. Já aqueles que obtiverem a segunda colocação receberam um notebook e, os terceiros, smartphones. Em se tratando da competição por equipes, a premiação se dividiu em tablet (para os membros do grupo com melhor desempenho), relógio (segundo colocados) e mochila de hidratação (terceiros colocados).