João Pessoa
Feed de Notícias

Vândalos fazem escavações clandestinas em sítios arqueológicos

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010 - 17:18 - Fotos: 

Em recente atividade de prospecção arqueológica no município de Pocinhos (PB), a equipe do Laboratório de Arqueologia e Paleontologia (LABAP/UEPB), constituída pelo professor Juvandi Santos e o artista plástico e guia turístico Dennys Mota, encontraram mais um cemitério indígena da Nação Cariri, totalmente vandalizado.

Trata-se da necrópole Loca da Caveira, na Serra da Raposa, distante cerca de 2 km da BR-230. Uma bonita cavidade natural que se destaca na região. Lá, o principal ato de vandalismo verificado foi a abertura de imensos buracos, que expuseram ossos e dentes humanos e conta de colar.
  
Os buracos, segundo o professor Juvandi, são feitos pela população em busca de supostos tesouros (botijas). Essas atividades destroem parcialmente e, às vezes, totalmente, o pacote arqueológico, avariando as camadas arqueológicas que possam fornecer subsídios importantes para a História e a Arqueologia, acerca dos grupos humanos que viveram na região até o século XIX.
  
“Nossa grande preocupação, é que esses atos de vandalismo já foram verificados em todas as necrópoles indígenas já conhecidas na Paraíba, não se encontrando nenhuma intacta, o que coloca em risco os resultados das pesquisas que vem sendo desenvolvidas pelo LABAP/UEPB, visando a conhecer a história de vida dos grupos humanos pretéritos da região”, disse. Ele explicou que é através da cultura material desses indivíduos e da leitura que se faz do sítio, como um todo, que existe a possibilidades de traçar de forma mais clara, o modus vivendi dos indígenas Cariris e seus antecessores.

Ascom/UEPB