Fale Conosco

28 de maio de 2013

Vacinação contra gripe será encerrada nesta quarta-feira em 40 municípios



A Paraíba atingiu o número de 574.229 pessoas imunizadas contra a Influenza, o que representa 85,59% da população pertencente aos grupos prioritários. Mesmo tendo conseguido ultrapassar a meta de 80% da população, até esta segunda-feira (27), 40 municípios do Estado ainda não tinham conseguido atingir a meta. Por este motivo a Secretaria de Estado da Saúde (SES) segue com a vacinação até esta quarta-feira (29), nestes municípios, para que toda a população prioritária possa ser imunizada.

Os municípios que ainda não conseguiram atingir a meta foram São Bentinho (67,46%), São Domingos de Pombal (79,50%), São José da Lagoa Tapada (74,02%), Sousa (76,77%), Caldas Brandão (76,81%), Gurinhém (79,43%), Itatuba (62,56%), Passagem (76,98%), Quixabá (59,60%), Salgadinho (63,21%), Santa Luzia (77,64%), São José do Bonfim (70,80%), São José do Sabugí (72,52%), São Mamede (62,51%), Vista Serrana (78,10%), Bom Sucesso (78,29%), Catolé do Rocha (65,79%), Jericó (75,11%), Riacho dos Cavalos (61,34%), Cachoeira dos Índios (73,02%), Marizópolis (67,31%), Barra de São Miguel (75,45%), Fagundes (79,87%), Gado Bravo (79,48%), Livramento (56,97%), Santa Cecília (73,58%), Tenório (65,76%), Baraúna (79,98%), Frei Martinho (79,67%), Nova Palmeira (61,23%), Seridó (75,23%), Condado (79,36%), Desterro (74,25%), Cabedelo (73,97%), Cruz do Espírito Santo (74,09%), Itapororoca (67,13%), Lucena (60,94%), Pitimbu (65,13%), Riachão do Poço (68,48%) e Aroeiras (69,87%).

Segundo a chefe do Núcleo de Imunização da SES, Isiane Queiroga, alguns desses municípios já estão bem próximos de alcançar a meta. “Muitos dos municípios que ainda não atingiram a meta de 80% já se encontram bem próximos disso. Acredito que vários irão atingir e até ultrapassar a meta, mas para que isso aconteça é importante que a população que faz parte dos grupos prioritários vá até os postos de vacinação até a quarta-feira (29) para ser imunizada”, disse.

Fazem parte dos grupos prioritários idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a dois anos, indígenas, gestantes, mulheres que tenham dado à luz recentemente (até 45 dias), trabalhadores da saúde que lidam diretamente com pacientes com influenza e portadores de doenças crônicas não transmissíveis (necessária prescrição médica).

A abertura oficial da Campanha de Vacinação para a população em geral foi realizada no dia 20 de abril, tendo como tema: “Quem lembra da vacina se protege da gripe”. A vacina tem imunidade curta, de nove a doze meses. Depois de vacinadas, as pessoas estarão protegidas a partir dos 15 dias. Quem foi vacinado no ano passado precisa repetir a dose. Feita com o vírus inativado, a vacina é segura. A única contraindicação é para pessoas que têm alergia à proteína do ovo.