Fale Conosco

24 de outubro de 2011

UPA de Santa Rita faz aniversário com prestação de serviços à população



Nesta segunda-feira (24), foram iniciadas as festividades pelo primeiro ano de fundação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Santa Rita. Na mesma ocasião, foi lançado o prontuário eletrônico do paciente e de gestão da unidade hospitalar. A abertura aconteceu às 10h, com presença da diretora geral da UPA, Virgínia Porto, o secretário municipal de Saúde, Gilvandro Inácio dos Anjos, e do diretor técnico do Hospital de Urgência e Emergência Senador Humberto Lucena, Márcio Gomes.

Em seguida, foi realizada a apresentação do sistema de prontuário eletrônico do paciente e de gestão da unidade hospitalar. De acordo com o diretor administrativo da UPA, Edmilson Calixto de Lima, o sistema gerencia todas as funções de uma Unidade de Pronto Atendimento de baixa, média ou alta complexidade. Com ele, será possível o controle de leitos, pronto atendimento, triagens, atendimento ambulatorial, faturamento SUS, AIH, BPA, APAC, controle de estoque e prontuário eletrônico do paciente (PEP), juntamente com todas as rotinas em um só sistema.

Durante todo o dia houve emissão de documentos para a população, ação desenvolvida pela Casa da Cidadania. Já a Secretaria de Saúde de Santa Rita ofereceu atividades de saúde, como distribuição de preservativos, verificação de pressão arterial e testagem de glicemia.

Fundação – A UPA foi construída por meio de uma parceria entre a Secretaria de Saúde e o Ministério da Saúde (MS), para desafogar os hospitais na área de urgência e emergência, sendo uma unidade intermediária entre os Programas de Saúde da Família (PSFs) e os hospitais. Na UPA, os pacientes passam por um período de avaliação de seis horas e, se necessário, podem ser encaminhados aos hospitais.

Segundo Virgínia Porto, hoje a UPA é um importante instrumento para a população que precisa de atendimento emergencial. “Hoje, cerca de 97% dos casos que chegam até a nossa unidade são solucionados na própria UPA. Apenas os casos mais urgentes são encaminhados, mas são levados somente depois de receber o primeiro atendimento na Unidade, ou seja, em uma situação estável com menos risco de saúde”, salientou.

A programação continua na terça-feira, com culto ecumênico, que terá a participação do padre Dalmo, da Paróquia de São Pedro e São Paulo, e do pastor Natanael Félix, da 1ª Igreja Batista de Várzea Nova. A partir das 9h30, a Escola de Enfermagem Santa Emília de Rodat, o Hemocentro, o Hospital Clementino Fraga e outras unidades vão oferecer ações de saúde à população.

A partir das 14h, o Corpo de Bombeiros fará um treinamento de combate e prevenção a incêndios para funcionários da UPA, com simulação de atendimento de emergência pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu). Toda a programação conta com parceria das Secretarias de Saúde do Estado e de Santa Rita, Samu, Casa da Cidadania, Faculdade Santa Emília de Rodat, Hemocentro da Paraíba, Hospital Clementino Fraga, Toque Fino Recepções e Corpo de Bombeiros.