Fale Conosco

26 de julho de 2012

UPA de Santa Rita atende cerca de 150 mil pessoas em um ano e nove meses



upa_santa_rita

Cerca de 150 mil pessoas já foram atendidas na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) localizada na cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, em apenas um ano e nove meses de funcionamento. Os dados foram divulgados pelo coordenador administrativo da unidade de Saúde, Rodrigo Navarro Gonçalves. Foram 79.356 atendimentos clínicos, 53.458 na área de pediatria e 17.186 na parte cirúrgica.

A UPA de Santa Rita foi a primeira do Estado a entrar em funcionamento a partir da portaria nº 1.601, de 7 de junho do ano passado, que determina as diretrizes para implantação dessas unidades e o conjunto de serviços de urgências 24 horas da rede de atenção às urgências.

A UPA de Santa Rita é de porte I (definindo por população e número de atendimentos) e suas atividades foram iniciadas em 21 de outubro de 2010, sob a gerência e gestão estadual.

A unidade de saúde conta diariamente com um quadro de cinco médicos por plantão de 12 horas, divididos nas especialidades de clínica médica, pediatria e cirurgia (média complexidade), além de enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de laboratório, técnico de radiologia, farmacêutico e assistentes sociais todos capacitados para atender todas e quaisquer urgências e emergências.

A média é de 238 atendimentos por dia, ultrapassando o limite médio para uma UPA de porte I, que é de 150 atendimentos diários.

Rodrigo Navarro assegurou que embora tenha grande demanda, a UPA Santa Rita mantém a qualidade no atendimento, que não passa de 25 minutos de espera. Uma pesquisa de satisfação do usuário mostrou que 88% dos entrevistados deram ao atendimento da UPA conceito de 8 a 10 numa escala que vai de 0 a 10.

A UPA de Santa Rita é equipada com aparelhos de raios-X, eletrocardiograma, laboratório completo, sala de vacina, teste rápido de HIV e hepatite, e dispõe de 11 leitos (sendo  quatro de sala amarela  atendimento de média complexidade, e dois de sala vermelha, de alta complexidade), três adultos e três pediátricos.