João Pessoa
Feed de Notícias

Unidades de urgência e emergência funcionarão em plantão de 24 horas durante todo o período

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010 - 17:38 - Fotos: 

Os hospitais da rede estadual de saúde estão preparados para atender os casos de urgência e emergência, nem plantão de 24 horas neste Carnaval. Algumas unidades reforçaram suas equipes médicas, outras colocaram profissionais de sobreaviso para atender qualquer demanda gerada neste período e garantir a assistência aos foliões e à população em geral que precise dos serviços, principalmente neste feriadão.

No Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, por exemplo, toda a equipe estará de plantão já a partir desta sexta-feira (12), quando começa o projeto ‘Folia de Rua’, na Capital, que conta com a participação de vários blocos.   O número de médicos não será reforçado, mas a unidade terá profissionais de sobreaviso, que serão acionados, caso haja necessidade.

A cada plantão de 12 horas, a unidade contará com 48 médicos de várias especialidades, como ortopedia, cirurgia geral, urologia, anestesiologia, cirurgia buco-maxilo-facial, pediatria, cardiologia, cirurgia plástica, neurologia, oftalmologia e otorrinolaringologia. A unidade também dispõe de fisioterapeuta, psicólogo e nutricionista. A direção do hospital também vai reforçar o número de funcionários nos setores administrativos e abasteceu a unidade de insumos. 

Regional de CG – No Hospital de Urgência e Trauma Dom Luiz Gonzaga Rodrigues, em Campina Grande, 32 médicos, entre clínicos, cirurgiões, anestesistas, ortopedistas, pediatras e intensivistas, vão fazer o atendimento na urgência e emergência. Além disso, o hospital dispõe de urologista, cardiologista, cirurgião torácico, cirurgião vascular, cirurgião pediatra, neurocirurgião, oftalmologista e otorrinolaringologista, que ficam de sobreaviso e são chamados em caso de necessidade.

O diretor do hospital, João Menezes, disse que não será necessário reforçar a equipe, porque o número de profissionais é suficiente para atender a demanda. “Aumentamos recentemente o número de médicos, de forma que temos profissionais suficientes para dar conta dos casos que surgirem no Carnaval. A população pode ficar despreocupada, porque o hospital está preparado para a festa”, disse.

Contingência em Patos – O Hospital Regional Deputado Janduy Carneiro, em Patos, lançou na última sexta-feira (5) uma campanha de conscientização junto à população para prevenir os acidentes automobilísticos e elaborou um plano de contingência para atender as vítimas, em parceria com o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STTrans).

A campanha inclui entrevistas de médicos e spots em emissoras de rádio da cidade, além de distribuição de panfletos. “Esse plano é específico para os casos de acidentes que tiveram três ou mais vítimas. O nosso objetivo é agilizar o socorro e garantir um atendimento rápido aos feridos”, disse a diretora do hospital, Paula Maia.

Ela informou que a equipe médica do hospital não precisará será reforçada porque já conta, diariamente, com três cirurgiões, dois clínicos, um neurologista e dois anestesistas. A unidade possui um laboratório de análises clínicas, que funciona 24 horas por dia, e uma UTI móvel com uma equipe completa.

Mais médicos – No Hospital Regional Deputado José de Souza Maciel, em Cajazeiras, no Sertão, a equipe médica será duplicada durante os quatro dias de Carnaval. Isso foi necessário, porque a cidade realiza uma das maiores festas carnavalescas do Estado. O atendimento será feito, diariamente, por dois ortopedistas, quatro cirurgiões clínicos, dois pediatras e um obstetra, além de dez enfermeiros. O estoque de medicamento também foi reforçado e a unidade disponibilizará uma enfermaria de seis leitos somente para atender os pacientes sob custódia da polícia. 

Pombal e Sousa – No Hospital Regional Senador Rui Carneiro, em Pombal, a equipe médica não será reforçada já que a cidade não realiza festa de Carnaval e, segundo a direção, o quadro de profissionais dá conta da demanda neste período. No entanto, para garantir a segurança dos pacientes, a direção contratou uma equipe de vigilantes, que vai atuar nos quadro dias de festa. “Como nesse período é comum acontecerem brigas e um maior consumo de bebida alcoólica, decidimos contratar seguranças para evitar problemas dentro do hospital”, disse a diretora técnica da unidade, Lucimeire Ribeiro.

O Hospital Regional Manoel Gonçalves de Abrantes, em Sousa, também está com a equipe completa para o Carnaval e segundo a direção, também não será necessário reforço no quadro. Por dia, dez médicos – entre clínicos, obstetras, cirurgiões, ortopedistas e pediatras – farão o atendimento aos pacientes na urgência e emergência.

Da Assessoria de Imprensa da SES-PB