João Pessoa
Feed de Notícias

Unidades de Saúde realizam mais um Dia da Faxina contra o Aedes aegypti

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 - 18:14 - Fotos:  Ricardo Puppe

Unidades de Saúde do estado promoveram mais um Dia da Faxina contra o Aedes Aegypti, com o objetivo de envolver todos os servidores no combate ao mosquito que transmite o vírus da dengue, chikungunya e zika. A ação ocorreu nesta quarta-feira (27), na sede da SES, à tarde; e no Hemocentro e Centro Especializado Diagnóstico do Câncer (CEDC) pela manhã.

No Hemocentro da Paraíba, o quarto Dia da Faxina foi realizado pela equipe de higienização e manutenção, que vistoriou o prédio à procura de possíveis criadouros, observando as correções realizadas após as vistorias anteriores. A equipe elaborou um cronograma de limpeza, mobilizando os servidores para continuar garantindo a qualidade e a eficiência com a questão da prevenção dos focos do mosquito.

No Centro Especializado Diagnóstico do Câncer (CEDC) as atividades tiveram início com uma palestra com técnicos da 1ª Gerência Regional de Saúde sobre doenças causadas pelo Aedes. Participaram da palestra pacientes e funcionários do centro. Em seguida, funcionários de vários setores saíram por todas as dependências do centro em busca de possíveis focos.

A enfermeira e técnica responsável pela Vigilância Epidemiológica da 1º GRS, Telma Costa, esclareceu todas as dúvidas dos pacientes e da equipe do CEDC sobre o assunto. “É importante que a faxina seja realizada a cada setes dias, pois é nesse tempo que fecha o ciclo de reprodução do Aedes. E essa faxina deve ser realizada não só nas repartições, mas em nossas residências. Se você cuida da sua casa e o vizinho não faz a parte dele, vá até ele, explique qual o perigo do mosquito. É trabalho de todos combater o mosquito”, explicou Telma.

A diretora geral do CEDC, Roseane Machado, ressaltou a importância da união na luta contra o mosquito. “Hoje a gente vê tantas crianças nascendo com microcefalia, e o número vem crescendo, não é isso que queremos. Desejamos que nossos filhos possam nascer com saúde. Precisamos fazer nossa parte, cada um tendo consciência de que estamos em uma  guerra contra o Aedes, por isso estamos todos juntos com um mesmo foco:  acabar com o mosquito causador de tanto mal”, disse Roseane.

Na sede da SES, a faxina foi realizada por gestores e funcionários de diversos setores, que saíram nas dependências externas do prédio em busca de focos. Apesar de estar com as dependências, em sua maioria limpas, resultado do cuidado constante, foram encontradas larvas do Aedes na caçamba de uma caminhonete. Prontamente o foco foi tratado com larvicida. Além disso, possíveis focos também receberam o tratamento.

Segundo a gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega, que esteve à frente da operação na sede da Secretaria, é importante estar atento aos detalhes. “É nos detalhes, naquele copinho descartável, lá na nossa geladeira, que mora o perigo e a gente não faz ideia. As faxinas são não só uma forma de lutarmos contra o mosquito, como também uma maneira de chamar a atenção da população e das instituições públicas do Estado, de diversos segmentos, para participarem desta luta que é de responsabilidade de todo mundo”, concluiu Renata.