Fale Conosco

20 de novembro de 2013

Unidade móvel inicia atendimentos às mulheres vítimas de violência em Queimadas



semdh unidade movel lava pacto contra a violencia da mulher em queimadas foto claudio goes 81 270x202 - Unidade móvel inicia atendimentos às mulheres vítimas de violência em QueimadasUma unidade móvel de acolhimento à mulher começou a visitar algumas regiões rurais do Estado, dando início às atividades em comemoração ao Dia Internacional de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, que transcorre no próximo dia 25. O objetivo é disponibilizar às vítimas de violência doméstica e familiar atendimento psicossocial, orientações e consultorias jurídicas.

Uma palestra foi realizada nesta quarta-feira (20) pela manhã, na Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental José Pereira de Souza, orientando e distribuindo panfletos educativos às moradoras da comunidade Sítio Caixa D’água, em Queimadas, acerca dos procedimentos que devem ser realizados após a agressão, além de discutir as consequências desta, física e psicologicamente.

semdh unidade movel lava pacto contra a violencia da mulher em queimadas foto claudio goes 5 270x202 - Unidade móvel inicia atendimentos às mulheres vítimas de violência em QueimadasDe acordo com a coordenadora do Centro de Referência da Mulher Fátima Lopes, Lisânia Monteiro, a ação, que é um complemento das atividades já realizadas no centro em enfrentamento à violência contra a mulher, tem o apoio da Defensoria Pública e de delegacias, trabalhando no resgate à autoestima das vítimas de violência na zona rural.

A unidade móvel é composta por duas cabines e o atendimento às vítimas será realizado por profissionais das áreas de assistência social, psicologia e jurídica. Posteriormente, as mulheres serão encaminhadas aos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) dos municípios.

semdh unidade movel lava pacto contra a violencia da mulher em queimadas foto claudio goes 3 270x202 - Unidade móvel inicia atendimentos às mulheres vítimas de violência em QueimadasA integrante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Angineide Macedo, mãe da estudante Ana Alice de Macedo Valentim, assassinada há pouco mais de um ano em Queimadas, também participou das atividades e considerou positivo o trabalho realizado pela unidade móvel, uma vez que levará informação e apoiará a mulher do campo, vítima de violência.