João Pessoa
Feed de Notícias

UEPB terá recursos da Capes para equipar grupos de pós-graduação

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009 - 19:20 - Fotos: 

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), através da Pró-reitoria de Pós-graduação e Pesquisa (PRPGP), celebrou convênio recente com Coordenação de Aperfeiçoamento do Pessoal de Nível Superior (Capes), relativo ao Edital Capes 11/2009 – Pró-Equipamento Institucional. Por meio dele, a instituição paraibana receberá auxílio para aquisição de equipamentos destinados a três programas de pós-graduação, que envolvem também grupos de pesquisa: Odontologia, Desenvolvimento Regional e Ciência e Tecnologia Ambiental.

Em ofício circular endereçado à reitora Marlene Alves, a Capes informou que os recursos orçamentários no valor total de R$ 236.490,00 já foram empenhados e a liberação ocorrerá no início de 2010.

O Edital da Capes normatiza a apresentação de propostas destinadas ao suprimento da necessidade de equipamentos de uso compartilhado e que objetivem a melhoria da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica, nos programas de pós-graduação em todas as áreas do conhecimento, das instituições públicas de ensino superior.

O projeto contemplado de Odontologia envolve professores não só do mestrado na área, mas também dos programas de Saúde Pública e Farmácia. O projeto de Desenvolvimento Regional também beneficia os Grupos de Pesquisa de Ensino de Ciências e Educação Matemática, Estudos Literários sobre a Inclusão Social (do Mestrado em Literatura e Interculturalidade) e o Grupo Observatório do Desenvolvimento Local.

Expansão – De acordo com a PRPGP, a Universidade vem priorizando a expansão dos seus Programas de Pós-Graduação, em decorrência da qualificação do seu corpo docente e consolidação dos grupos de pesquisa. A Instituição possui 12 cursos de pós-graduação, sendo dez ao nível de mestrado e três doutorados interinstitucionais (Dinter), além de quatro propostas de cursos novos em avaliação pela Capes.

A professora Edja Costa, coordenadora de Pesquisa da PRPGP, disse que o edital tem caráter multi-usuário, o que é enfatizado pela extensão do uso de equipamentos a outros grupos de pesquisa, e não só nos programas de mestrado. “A principal importância deste convênio é a consolidação dos programas e dos grupos de pesquisa, que são principalmente grupos emergentes”, afirmou a coordenadora.

 

Da Assessoria de Imprensa da UEPB