João Pessoa
Feed de Notícias

UEPB oferece esporte gratuito e de qualidade para quem precisa

quinta-feira, 5 de novembro de 2009 - 10:02 - Fotos: 

Trata-se do Projeto Escolinhas do DEF, que atende a centenas de pessoas carentes, de modo contínuo, e vem transformando o cotidiano dos participantes através do esporte.

No total, cerca de 500 crianças e adolescentes e cem adultos são atendidos a cada semestre, a maioria oriunda de pontos como a Vila dos Teimosos, Pedregal, Jeremias, Invasão e Bodocongó.
Entre as opções, os alunos mirins podem escolher aulas de Dança, Judô, Tae Kwon Do, Futebol de Campo e de Salão, Natação, Musculação e Voleibol.

As modalidades são oferecidas por estagiários, que são graduandos de Educação Física, sempre acompanhados por professores da disciplina, orientadores da prática pedagógica. Além das aulas semanais, há um calendário de eventos vinculados às Escolinhas, como campeonatos e torneios com outros clubes e escolas da região.
 
Inscrições

As inscrições acontecem nos meses de fevereiro, março, julho e agosto, e podem ser feitas na Coordenação do Departamento de Educação Física, todas as terças e quintas-feiras. Os interessados devem apresentar duas fotos 3×4, declaração de matrícula emitida pela escola, cópia do RG ou certidão de nascimento e preencher uma ficha de informações com dados pessoais.

A única exigência, no momento das aulas, é que os alunos da natação usem roupa de banho apropriada e que os do vôlei e musculação usem tênis, e estejam vestidos confortavelmente. Para as artes marciais, o DEF disponibiliza quimonos e, para o balé, as sapatilhas. No início deste ano, foram entregues os primeiros fardamentos para os demais alunos, como camisetas e bonés.
 
História de conquistas
 
O Projeto Escolinhas do DEF surgiu em 2000, quando a professora Anny Sionara Dantas, hoje coordenadora do projeto, ingressou na UEPB e resolveu dar continuidade a um trabalho similar que já desenvolvia em Mossoró, no Rio Grande do Norte.
Junto com a professora Sidlene Gonzaga de Melo, ela percebeu que havia um grande número de crianças e adolescentes, que dispunham de tempo livre e moravam próximo ao Departamento de Educação Física. As duas, então, decidiram integrá-las às ações de caráter esportivo. Assim, reuniram os jovens e propuseram atividades nos horários disponíveis, naquela época orientados por estudantes voluntários e alguns professores.

“Comecei a visitar as comunidades e explicar às crianças e aos pais sobre como seria o projeto, convidando-os a participar. Conquistamos uma boa receptividade já na primeira semana, pois todos se mostraram bastante interessados”, recordou Anny Dantas.
Com o passar do tempo, ela foi vendo as principais necessidades e conseguindo materiais junto ao Departamento, como bolas e fardamentos. Hoje, famílias inteiras fazem atividade física gratuita.

Além disso, para participar das Escolinhas, os alunos devem apresentar uma declaração da escola de que estão regularmente matriculados, funcionando como um incentivo para que continuem estudando. As aulas acontecem as terças e quintas-feiras, nos turnos da manhã e da tarde.
         
“Quando fazemos alguma visita à Vila dos Teimosos, por exemplo, alguns pais vêm nos agradecer, pois seus filhos se mostram mais interessados pela Escolinha e atentos aos estudos. Isso me dá forças para continuar”, comemorou.

Devido ao grande crescimento do projeto, Anny Dantas sonha em transformá-lo num programa maior, englobando também o estágio de estudantes de outras áreas de ensino da UEPB, como Enfermagem, Psicologia, Odontologia e Fisioterapia. “Isso permitirá que continuemos vendo meninos e meninas aprenderem uma atividade física, sentirem-se valorizados e alcançarem êxito na vida, que é o nosso verdadeiro retorno”, concluiu.

Ascom/UEPB