João Pessoa
Feed de Notícias

UEPB ganhará obra de Niemeyer,o ‘Museu dos Três Pandeiros’

quinta-feira, 29 de outubro de 2009 - 18:02 - Fotos: 

“Arquitetura é invenção. Tem que causar impacto e ter desafio. Quando me pedem um prédio público, por exemplo, procuro fazer bonito, diferente, que crie surpresa. Porque eu sei que os mais pobres poderão, ao menos, parar e ter um momento de prazer, de surpresa, ver uma coisa nova. É por esse prisma que a Arquitetura pode ser útil. As pessoas vão passar, olhar, gostar ou não, mas não vão dizer que viram algo parecido”. Palavras de Oscar Niemeyer, famoso arquiteto brasileiro que projetou a cidade de Brasília e que, agora, é o autor do mais novo projeto arquitetônico e cultural da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB),  o Museu do Artista Popular, apelidado de ‘Museu dos Três Pandeiros’, em Campina Grande.

O projeto já foi licitado e em breve as construções devem ser iniciadas. O Museu irá adornar as margens do Açude Velho, ponto turístico da cidade, acolherá trabalhos de artesãos populares e prestará uma homenagem aos mais talentosos artistas da música nordestina, a exemplo de Sivuca, Jackson do Pandeiro, Marinês e Luiz Gonzaga.

Esta semana, o arquiteto Cydno Silveira, do escritório de Oscar Niemeyer no Rio de Janeiro, esteve em Campina Grande para acertar mais detalhes da construção do Museu. Na manhã desta quinta-feira (29), Cydno esteve no campus da UEPB, localizado em Bodocongó, e se reuniu com o pró-reitor de Planejamento, Rangel Júnior; com a prefeita da cidade universitária, Lúcia Couto e a equipe de Engenharia da Prefeitura Universitária, que será responsável pela fiscalização das obras.

O projeto museológico ainda está em andamento, mas a idéia é que cada uma das três estruturas circulares, que recordam pandeiros, exponha um determinado gênero de arte, de acordo com Lúcia Couto. Os primeiros contatos com Oscar Niemeyer, para a elaboração do projeto, aconteceram há dois anos.

Da Assessoria de Imprensa da UEPB