Fale Conosco

4 de novembro de 2012

Trupe Arlequin abre Mostra de Teatro, Dança e Circo neste domingo



CIRCO ARLEQUIN - TRUPE ARLEQUIN (1)O espetáculo “Circo Arlequin” é o primeiro a ocupar o palco do Teatro Santa Roza, neste domingo (4), como parte da programação da 17ª Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo promovida pela Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc). O evento, que foi aberto na sexta-feira (2), se estende até o dia 10. A Trupe Arlequin de Teatro e Circo (João Pessoa, PB) se apresenta às 19h30. Em seguida, às 21h30, o público poderá assistir à peça “Me Conta que Eu Faço de Conta”, encenada pelo Grupo Cênico Recreio Dramático, de Areia (PB). As duas montagens fazem parte da Mostra Oficial e as apresentações são gratuitas.

Na Mostra Paralela, a atração é o espetáculo de teatro “Auto da Compadecida”, do Grupo de Teatro Circo Sem Pano (João Pessoa, PB). A apresentação começa às 20h30, no palco montado no pátio do Bar dos Artistas.

A 17ª Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo é realizada pelo Governo do Estado da Paraíba por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc).CIRCO ARLEQUIN - TRUPE ARLEQUIN (2)..

Alterações -  A Funesc anunciou duas alterações na programação da 17ª Mostra Oficial de Teatro, Dança e Circo. A primeira é a substituição do espetáculo “Macunaíma”, que se apresentaria na quarta-feira, às 20h30. No lugar dele, entra a peça “A Mulher da Viração”, com o Grupo Etos (João Pessoa, PB), sob direção de Gabriel Filho.

A palestra que aconteceria na quinta-feira (8) também será alterada. A Roda de Conversa com Herê Aquino (Fortaleza, CE) e Fernando Teixeira (João Pessoa, PB) foi transferida para a quarta-feira (7), às 15h. O tema em discussão será “O Teatro Paraibano no Contexto do Teatro Nordestino”. A atividade acontecerá na escola de dança do Teatro Santa Roza.

Homenagens – Este ano, o evento presta homenagens a quatro nomes da cultura paraibana. Na dança, a homenagem é para Maurício Germano, da Produção Cia de Dança e coreógrafo do Balé Popular da UFPB. Como representante da arte circense, o homenageado é o Major Palito, popular na cidade de Campina Grande. No teatro, a homenagem é póstuma ao teatrólogo Elpídio Navarro, falecido no dia 17 de julho deste ano. Além desses três nomes, mais um artista recebe as honrarias do festival. Trata-se do bailarino e professor José Enoch, que é o homenageado especial da Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo.

Mostra competitiva – Os espetáculos selecionados para a Mostra Paralela são avaliados por meio de votação diária de júri popular. Os 100 primeiros espectadores de cada apresentação receberão cédulas para votação. As decisões da curadoria serão definitivas e não caberá recurso.

Os dois espetáculos que obtiverem melhores votações receberão prêmio em dinheiro no valor bruto de R$ 2.500, considerando as deduções previstas em Lei.

Programação

DIA 04/11-DOM

MOSTRA OFICIAL:

19h30 – Espetáculo de Circo: Circo Arlequin (Trupe Arlequin de Circo Teatro – João Pessoa)

21h30 – Espetáculo de Teatro: Me conta que eu faço de conta (Grupo Cênico Recreio Dramático – Areia)

MOSTRA PARALELA:

20h30 – Espetáculo de Teatro: Auto da Compadecida (Grupo de Teatro Circo Sem Pano – João Pessoa)