João Pessoa
Feed de Notícias

Três bancos de leite humano da Paraíba atingem nível de excelência

segunda-feira, 11 de novembro de 2013 - 10:43 - Fotos:  Kleide Teixeira/Secom-PB

Três bancos de leite humano da Paraíba – o Anita Cabral (da Maternidade Frei Damião, em João Pessoa), o Banco de Leite de Patos e o de Cajazeiras – atingiram nível de excelência no serviço e atendimento, e foram credenciados pelo Programa Ibero-Americano de Bancos de Leite Humano, que concedeu às três unidades o padrão ouro.

O Programa Ibero-Americano de Bancos de Leite Humano categoriza os serviços em bronze (pontuação entre 70 e 79), prata (entre 80 e 89) e ouro (entre 90 e 100), de acordo com o nível de qualidade.

Segundo Thaíse Ribeiro (diretora do Centro Estadual de Referência para Bancos de Leite Humano Anita Cabral), o programa é essencial para comprovar a qualidade e eficiência do serviço prestado à população. “Os nossos bancos estão se aprimorando nos serviços e nos equipamentos. A Secretaria de Estado da Saúde está apoiando a gente para atendermos melhor as doadoras e fornecermos um leite materno com qualidade”, disse.

Na sexta-feira (8), representantes de bancos de leite humano da Paraíba se reuniram no auditório da Maternidade Frei Damião, em Cruz das Armas, para discutir estratégias e trocar experiências. Cerca de 20 profissionais da área conheceram o padrão de qualidade já alcançado pelos três bancos credenciados pelo Programa Ibero-Americano e também comemoraram o credenciamento das unidades.

A diretora do banco Anita Cabral explica que essas reuniões acontecem com o objetivo de buscar melhorar a rede. “Nós realizamos duas reuniões ordinárias anuais e algumas extra-ordinárias da Comissão de Bancos de Leite Humano da Paraíba. Numa dessas, no ano passado, conseguimos credenciar o Banco Anita Cabral no Programa Ibero-Americano, que é uma ação conjunta entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES), a Coordenação Geral de Saúde da Criança e Aleitamento Materno, a Organização Mundial de Saúde (OMS), e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). E agora em 2013 conseguimos credenciar os bancos de elite de Patos e Cajazeiras”, comemorou.

Para Silmara Abrantes, coordenadora do Banco de Leite Humano de Cajazeiras, o credenciamento é importante para o reconhecimento social de toda a rede: “Quando eu o assumi, o Banco de Leite de Cajazeiras era praticamente um depósito, não tinha um funcionamento certo, e coletava apenas 2 litros por mês. Como não havia continuidade a maternidade de referência utilizava leite artificial. Hoje a gente tem uma coleta que excede a nossa necessidade, além do reconhecimento da sociedade. Atendemos cerca de 400 crianças por mês, e isso é maravilhoso, não só para Cajazeiras, mas para todo o Estado, pois traz o reconhecimento e a sensação de dever cumprido”, disse.

Thaíse Ribeiro informou que a meta para o ano de 2014 é credenciar mais três bancos de leite: o do Instituto Cândida Vargas (de João Pessoa), o do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea, de Campina Grande) e o do Hospital Regional de Guarabira. Além disso, no ano que vem terá início o credenciamento dos postos de coleta.

O nosso intuito é que toda a Rede de Bancos de Leite esteja credenciada nesse programa de qualidade até 2015”, explicou Thaíse.

O credenciamento ajuda a trazer equipamentos e cursos para os bancos de leite e sua equipe. A avaliação é feita anualmente, o que faz as equipes buscarem constantes melhorias para seus serviços. “A Paraíba pode comemorar, pois é um dos poucos Estados nos quais os bancos de leite credenciados receberam o padrão ouro”, disse.

Rede – A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano é uma iniciativa do Ministério da Saúde e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), cujo objetivo é promover a saúde da mulher e da criança, por meio da construção de alianças com órgãos federais, Estados e Municípios, iniciativa privada e toda sociedade, no âmbito da atuação de Bancos de Leite Humano (BLH). “Os BLH têm se configurado como uma das mais importantes estratégias da política pública em favor da amamentação e foi implantado em todo país”, disse a diretora do Centro de Referência, Thaíse Ribeiro.

Nessa dinâmica, a Paraíba, atualmente conta com seis bancos de leite humano e 17 postos de coleta, estrategicamente implantados nas regiões do Estado. Para o suporte técnico e coordenação geral, contam com o Centro Anita Cabral, em João Pessoa, anexo à Maternidade Frei Damião. Desde sua inauguração, contribui para o fortalecimento e incentivo à prática da amamentação. “Como estratégias de divulgação do serviço temos as campanhas para que mostram a importância do aleitamento materno, bem como da amamentação exclusiva até os seis meses e complementar até dois anos ou mais”, completou Thaíse.

Para doar – Toda mulher que tem excesso de produção láctea pode ser doadora e ajudar a salvar a vida de centenas de crianças prematuras. Para doar, basta entrar em contato com o Banco de Leite Humano Anita Cabral pelo telefone 3215-6047 e esperar que uma equipe do banco entregue o kit de doação (vidros, máscara e touca) em domicílio. “Nós nos responsabilizamos por passar semanalmente na casa da doadora, em dia pré-estabelecido, para pegar o leite coletado”, informou Thaíse Ribeiro.