João Pessoa
Feed de Notícias

Trauma elege nesta quinta a Comissão de Ética de Enfermagem

quarta-feira, 17 de novembro de 2010 - 11:21 - Fotos: 
Nesta quinta-feira (18) os enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem que trabalham no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena (HETSHL) vão as urnas escolher seus representantes que irão atuar na Comissão de Ética de Enfermagem (C.E.E). A eleição acontece durante todo o dia, das 7 às 17h, sendo o voto facultativo, secreto e direto.

“O Hospital de Trauma já tem formada a sua Comissão de ética Médica, que está em plena atividade e é um mecanismo fundamental para o bom desempenho da conduta profissional. Como um grande hospital, se faz necessário também termos a nossa Comissão de ética de Enfermagem, que atue dentro da unidade. A nossa preocupação nada mais é do que a qualidade na assistência”, destacou a médica Aleuda Nágila, diretora técnica do Trauma.

Estão concorrendo aos cargos de presidente, vice e secretário sete profissionais. Para cada cargo efetivo, um suplente também será eleito. A coordenadora geral de enfermagem, Layz Gerlany Soares, disse que estava no planejamento das ações a serem implementadas em 2010 a composição da Comissão de Ética de Enfermagem do Hospital de Trauma. “A direção incentivou e está é a primeira vez que o Trauma forma sua Comissão de Ética de Enfermagem. Pautada em cima de ética, analisando criteriosamente o exercício e conduta os profissionais, esperasse com a atuação dessa comissão melhorias na assistência aos pacientes”, frisou a coordenadora.

Os interessados em concorrer a um dos cargos se inscreveram durante o período de quatro de outubro e dois de novembro. De acordo com o regimento, apenas os enfermeiros estão aptos a disputar o cargo de presidente. Os cargos de vice e secretário serão ocupados por técnicos e auxiliares. Atualmente, o Hospital de Trauma possui no seu quadro de servidores 198 enfermeiros, 576 técnicos e 31 auxiliares.

Normatização – O Conselho Federal de Enfermagem, através da Resolução 172/1994, normatiza a criação de Comissão de Ética de Enfermagem nas instituições de saúde. A comissão irá atuar como órgão representativo dos Conselhos Regionais (Coren) junto aos hospitais, com funções educativas, consultivas e fiscalizadoras do exercício profissional e ético dos profissionais de Enfermagem nas áreas de assistência, ensino, pesquisa e administração. Entre estas estão: garantir a conduta ética dos profissionais; zelar pelo exercício ético dos profissionais; combater o exercício ilegal da profissão, educando, discutindo e divulgando o Código de Ética de Enfermagem, além de notificar ao Conselho Regional de Enfermagem de sua jurisdição irregularidades, reivindicações, sugestões, e as infrações éticas.

Assessoria de Imprensa do Hospital de Trauma de JP