Fale Conosco

4 de junho de 2014

Trauma de Campina Grande realiza curso de AVCi Agudo para os profissionais de saúde



O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande promove, neste sábado (7), Programa Geral do Curso de AVCi. O objetivo é capacitar os profissionais em emergência, baseado em simulação de casos clínicos. O treinamento acontece no auditório da unidade hospitalar a partir das 9h. O curso é voltado para neurocirurgiões, neurologistas, cardiologistas, intensivistas, clínicos, anestesiologistas e enfermeiros.

A Discussão Prática Trombólise será abordada pelo médico neurologista Dr. Alexandre Pieri (SP) e terá ênfase no tratamento com o uso de trombolítico aos pacientes vítimas de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e infarto. Esse procedimento proporciona uma maior possibilidade de recuperação e diminui de forma considerável as sequelas e óbitos.

O curso visa oferecer uma atualização pertinente a temática com objetivo de expor e aperfeiçoar novas técnicas de tratamento, possibilitando a elaboração de estratégias no atendimento eficaz. Pensando nisso, o Trauma de Campina Grande tem ampliado de forma considerável a política em saúde com objetivo de permitir um atendimento mais humanizado para a população. O “Programa Educação Continuada” possibilita que os profissionais de saúde da instituição busquem conhecimento especializado e um intercâmbio de experiências dentro da própria instituição.

A primeira Unidade Vascular da Paraíba funciona no Trauma de Campina Grande e foi inaugurada no dia 28 de janeiro de 2014. O espaço possui uma área de quatro leitos, contíguo ao centro de imagens, e que receberá os pacientes vítimas de AVC isquêmico, infarto agudo do miocárdio e embolia pulmonar que estiverem naquele tempo de três horas após o evento e até seis horas no caso do infarto agudo do miocárdio.

Os interessados na capacitação devem procurar o psicólogo Moisés de Lima André, pelo telefone (83) 3310-5850 ou pelo e-mail cece.regionalcg@bol.com.br

O Trauma de Campina Grande é referência em traumatologia para 203 municípios da Paraíba, além de algumas cidades do Rio Grande do Norte e Pernambuco. O Governo do Estado investe mensalmente cerca R$ 7 milhões para a manutenção do Trauma de Campina Grande.