Fale Conosco

31 de janeiro de 2013

Trauma de Campina fará direcionamento de pacientes



A partir desta sexta-feira (1º), o Hospital Dom Luiz Gonzaga Fernandes realiza o direcionamento de pacientes da pediatria que necessitam de atendimento de baixa e média complexidade para o Hospital da Criança de Campina Grande.

A parceira firmada com a Secretaria Municipal de Saúde tem como principal objetivo diminuir o desvirtuamento do atendimento do Trauma de Campina Grande, que diariamente atende muitos casos clínicos que podem ter resolutividade nas instituições do município, permitindo desta forma uma melhora no acolhimento.

De acordo com o Diretor Geral do Trauma, o médico Geraldo Medeiros, devido à melhora substancial no Hospital da Criança haverá um novo direcionamento de crianças com média e pequena complexidade para serem atendidas, e se necessário internadas na unidade hospitalar. “O objetivo é montar uma rede de hospitais em Campina Grande e evitar o sufocamento do Trauma”, declarou.

Ainda de acordo com Medeiros, a parceria chegou em boa hora, pois na gestão anterior não aconteceu à receptividade. “Nós almejávamos que isso tivesse acontecido antes, mas infelizmente não foi possível. A população está sendo conscientizada que os casos mais simples devem ser encaminhados para o Hospital da Criança de Campina Grande”, informou.

A partir de fevereiro os pacientes mais graves recebem um atendimento ainda melhor, permitindo um serviço com mais qualidade para a população, pois o alojamento da pediatria irá receber um número menor de crianças que serão transferidas para outras unidades.

Segundo a diretora do Hospital da Criança, Dagjane Frazão, os pacientes que não necessitam da Unidade de Terapia Intensiva ou procedimentos cirúrgicos serão “A Secretaria de Saúde está realizando um trabalho educativo com toda a população para que cada unidade de saúde realize uma triagem em busca de solucionar os casos”, afirmou.

Dagjane ainda destacou que a intenção é que a UTI do Hospital da Criança esteja funcionando em 90 dias. “O objetivo de todos que participam da saúde de Campina Grande. Estamos trabalhando muito para que a Unidade de Terapia Intensiva deste Hospital comece a funcionar em três meses”, finalizou.

O Trauma realiza cirurgias de urgência e emergência nas especialidades geral, neurocirurgia, vascular, torácica, pediátrica, ortopédica e oftalmológica. No setor imagem, são realizadas tomografia, endoscopia, ultrassonografia, RX, angiografia e ressonância magnética. Para atender a população, o hospital dispõe de internação clínica e cirúrgica em seis blocos de enfermaria, com 253 leitos.