Fale Conosco

22 de março de 2012

Trauma-CG capacita profissionais para atender vítimas de violência



O Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande vai promover, nos dias 24 e 27 deste mês, a capacitação “Violência contra Crianças e Adolescentes: atendimento e notificação pelos profissionais de saúde”. O evento será realizado a partir das 8h30, no auditório da unidade hospitalar.

As palestras serão ministradas pela especialista em Saúde Pública e mestre em Psicologia Clínica Márcia Candelária da Rocha, e pela especialista em Violência Doméstica contra a Criança e oAdolescente e mestre em Política Social Janilene Melo da Silva.

A capacitação será destinada a todos os profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, psicólogos e assistentes sociais). A finalidade é promover cuidados sociossanitários voltados para a proteção da criança e do adolescente vítimas de maus-tratos.

“Os profissionais de saúde são os primeiros a entrar em contato com as crianças vítimas de violência, por isso é necessário o conhecimento geral e irrestrito dos principais instrumentos jurídicos obrigatórios e dos programas governamentais que abrangem esta questão”, destacou a psicóloga Rosa Cristina. Os tipos mais frequentes de violência são: a negligência e as violências física, sexual e psicológica.

O ato de notificar inicia um processo que visa interromper as atitudes e comportamentos violentos no âmbito da família e por parte de qualquer agressor. A notificação compulsória é um registro sistemático e organizado feito em formulário próprio, utilizado em casos de conhecimento, suspeita ou comprovação de violência contra a criança ou adolescente. Não é necessário conhecer o agressor, mas é obrigatório o preenchimento deste documento por parte do profissional de saúde.