João Pessoa
Feed de Notícias

Trauma adota medidas preventivas e inicia campanhas de imunização de funcionários

segunda-feira, 4 de abril de 2011 - 09:14 - Fotos: 

O Serviço Especializado de Segurança de Medicina do Trabalho (Sesmt) do Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena quer imunizar pelo menos 600 funcionários da unidade nesta segunda-feira (4),contra hepatite B, difteria e tétano. Dados do serviço dão conta que seis funcionários são envolvidos em acidentes de trabalho por ano, decorrentes principalmente de objetos perfuro-cortantes que podem causar danos irreversíveis à saúde desses profissionais. O mutirão de imunização acontece até quinta-feira (7), das 8h30 às 11h30, nas dependências internas do hospital (sala ao lado do laboratório).

De acordo com o coordenador do Sesmt do Hospital de Trauma, Fernando Eduardo Rabelo Dias, a primeira campanha deste ano vai contar com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que disponibilizará mais de 500 doses das vacinas. Ainda este ano, estão programadas mais três campanhas de imunização.

Ele destacou que a ação é uma exigência da Norma Regulamentadora 32 do Ministério do Trabalho e preconiza que todos os funcionários que trabalham com exposição aos riscos biológicos (bactérias, fungos, vírus, entre outros) têm que receber as vacinas. “Nem todo acidente de trabalho gera contaminação para os funcionários, mas é necessário que medidas preventivas sejam adotadas a fim de atenuar os prejuízos advindos. No caso das vacinas é possível ter a garantia de 100% de imunização contra estes tipos de doenças”, adiantou.     

Fernando Rabelo orienta aos profissionais de saúde que em caso de acidente no trabalho procurem o serviço médico do trabalho e Comissão Interna de Controle da Infecção Hospitalar (CCIH) para adotarem, dentre outras medidas, a elaboração de documento reconhecendo o fato e encaminhando-o ao Ministério do Trabalho, que dará todo o respaldo legal para o afastamento do funcionário sem prejuízos salariais.    

O coordenador do Sesmt informou que a atual diretoria do Trauma vem se empenhando para manter os funcionários livres destas patologias e determinou ao serviço o reforço de medidas visando a proteção deles. “Anualmente é solicitado ao funcionário a realização de exames obrigatórios ocupacionais para saber se é imunizado ou portador de algum tipo de doença”, disse.