João Pessoa
Feed de Notícias

Transferência de tecnologia agroindustrial é tema de curso na Emater

segunda-feira, 5 de abril de 2010 - 11:25 - Fotos: 

Capacitar multiplicadores em processamento de polpas e sucos de frutas tropicais e orientar sobre a importância das boas práticas de fabricação são os principais objetivos do treinamento, destinado a técnicos das 15 regiões administrativas da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB), que acontece a partir desta terça-feira, 6, e vai até sexta-feira, 9, em sua sede na Estrada de Cabedelo.

A abertura acontecerá às 8h, com uma palestra sobre agroindústria proferida pelo representante do Ministério do Desenvolvimento Agrário de Brasília, João Batista e contará com a participação da diretoria colegiada da Emater, representada pelo diretor presidente Hermano Araújo, e os diretores técnico e administrativo Afonso Cartaxo e José Marinho, o secretário estadual de agricultura Ruy Bezerra Cavalcanti, o chefe geral da Embrapa Agroindústria Tropical, Vitor Hugo de Oliveira, e demais autoridades do setor público agrícola.

O curso é uma realização da rede temática de agroindústria da Emater e será ministrado pelo técnico da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária do Ceará (Embrapa-CE), Raimundo Marcelino da Silva Neto, com o suporte da unidade móvel de transferência de tecnologia Agroindustrial que possui equipamentos para o treinamento. A iniciativa vai beneficiar, inicialmente, cerca de mil agricultores familiares de todo o Estado, levando tecnologias desenvolvidas e adaptadas pela Embrapa-CE.

De acordo com o articulador da rede temática de agroindústria na Paraíba, Genival Soares, o curso vai contribuir para melhorar a capacidade de geração de renda e trabalho da cadeia produtiva de frutas da região, uma vez que os técnicos capacitados vão levar conhecimentos aos agricultores familiares. “O curso enfocará além do processamento, métodos de conservação e de envase, buscando uma produção segura dos produtos derivados de frutas. A carga horária atinge 32 horas aula entre práticas e teóricas, envolvendo processamento de doces de frutas, frutas desidratadas e polpa de fruta conservada quimicamente, além da fritura e caramelização de amêndoas e castanha de caju” informou Genival, acrescentando que a Paraíba é o primeiro Estado a receber a unidade na região Nordeste.

Além da Paraíba, neste ano, a unidade móvel irá percorrer os estados do Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte, levando cursos que fazem parte de projeto de transferência de tecnologia para a capacitação de técnicos, agricultores e empreendedores em tecnologias e processos agroindustriais para agregação de valor a cadeia produtiva frutífera.

Da Assessoria de Imprensa da Emater-PB