João Pessoa
Feed de Notícias

Trabalho executado pelo órgão foi fundamental para o controle da doença, ainda na 1ª etapa da campan

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010 - 16:14 - Fotos: 

A Paraíba é um dos três estados nordestinos que está ajudando o Rio Grande do Norte a controlar os focos de Peste Suína Clássica (PSC) confirmados no ano passado em dois municípios potiguares. Na próxima segunda-feira (25), três equipes com veterinários e zootecnistas da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba (Emater-PB) e Defesa Agropecuária vão participar da 2ª etapa da campanha de vacinação contra a doença que acontece até o dia 19 de março deste ano a fim de imunizar o rebanho suíno do Estado com 140 mil cabeças.
 
Apesar da PSC está controlada, a diretora de Defesa e Inspeção Animal do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (Idiarn), Tereza Cristina de Farias Ribeiro, lembrou que o trabalho executado pela Emater-PB foi fundamental para o controle da doença ainda na 1ª etapa da campanha no ano passado quando foram vacinados 91 mil suínos. “A Emater é a única empresa de assistência técnica que está integrando as 50 equipes dos Estados de Pernambuco, Paraíba nesta missão”, destacou.
 
Ela informou que o trabalho dos técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural da Paraíba vem sendo elogiado por todos os profissionais que executam o trabalho de campo que consiste em vacinar os animais, identificar e anotar as cabeças vacinadas e fazer a contenção de animais no momento da vacinação para não ocasionar acidentes.
 
Tereza Cristina adiantou que a 2ª etapa do mutirão de imunização no Rio Grande do Norte faz parte do Plano Estratégico de Vacinação contra a Peste Suína Clássica firmado entre o Idiarn e Ministério da Agricultura até o próximo ano. “Além de vacinar os animais, o trabalho também é fazer a vigilância e fiscalização nas propriedades e trânsito de animais”, disse.
 
Interação e troca de experiências

O zootecnista e chefe do escritório local da Emater em Baía da Traição, Marcos Wanderley Oliveira Cruz, integra a força-tarefa para vacinar o rebanho suíno contra a PSC no Rio Grande do Norte. Para ele, o trabalho é uma forma de interação, ganho de conhecimento e troca de experiências. “Ajudar a quem precisa, além de ser gratificante, nos engrandece profissionalmente”, informou.

Segundo o assessor técnico estadual de avicultura e suinocultura da Emater, Vicente de Assis Ferreira, a Peste Suína Clássica é uma doença que acomete suínos e javalis, e só é transmitida de animal para animal. Dependendo do estado nutricional do animal, incidência quantitativa da carga viral no organismo e demora na execução das primeiras providências, o animal poderá ir a óbito de quatro a cinco dias.
 
A doença não é transmitida para os seres humanos, mas como causar óbitos nos rebanho suínos, e grandes prejuízos econômicos.
 
De acordo com Marcos Wanderley, além de ser transmitido de animal para animal, o vírus pode se alastrar através de objetos ou veículos contaminados ou através do ar.
 Participarão da 2ª Etapa de Vacinação contra a PSC no Rio Grande do Norte, os técnicos da Emater-PB: Roberto da Rocha Moreno, Francisco de Assis Gonzaga, Jonas Tadeu da Cunha, Franasgon Robson Gonzaga, João Paulo da Silva Macedo e Marcos Wanderley Oliveira Cruz.

Da Assessoria de Imprensa da Emater-PB