Fale Conosco

30 de julho de 2009

Trabalho de restauração deve começar ainda em agosto e o prazo para conclusão é de seis meses



O vice-governador do Estado, Luciano Cartaxo, em companhia do superintendente do Departamento de Estradas de Rodagens (DER), Solon Diniz, e do delegado Getúlio Machado, representando a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Seds), discutiu na manhã desta quinta-feira (30), as mudanças que serão implementadas no Terminal Rodoviário de João Pessoa. Um dos pontos mais debatidos foi a falta de segurança naquela área e, segundo o comandante Américo Uchôa, do 1º Batalhão de Polícia Militar, o local terá prioridade no esquema de segurança do Estado.

Luciano Cartaxo percorreu as dependências do terminal rodoviário mais o administrador do equipamento, Antônio Fleming, e ouviu reivindicações dos comerciantes. Durante a reunião, que contou com representantes da associação de comerciantes do local, dos taxistas e das empresas de ônibus, Solon Diniz anunciou que a tomada de preços para início das obras do Terminal acontecerá na próxima segunda-feira (3) e o trabalho de restauração, orçado em R$ 375 mil, pode começar ainda em agosto, com previsão de término em seis meses.

Melhorias – Outros pontos debatidos foram a reativação do posto avançado da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) no local, assim como a instalação da Casa da Cidadania e de um posto de saúde. “A solução da rodoviária passa por um conjunto de fatores que não têm a ver apenas com a mudanças na estrutura e acreditamos que, com esta primeira etapa da reforma concluída, a situação vai melhorar muito. Ainda estão previstos outros ajustes, com trabalhos de melhoria da iluminação e paisagismo. Com tudo isso, tenho certeza que em breve a rodoviária terá uma nova cara”, declarou o vice-governador.

Os donos de boxes solicitaram que fosse facilitado o pagamento de mensalidades atrasadas e, de acordo com o superintendente do DER, o pleito será atendido. “Serão dados o maior prazo e as maiores facilidades de parcelamento que a lei permite”, garantiu Diniz.

Para Luciano Cartaxo, a reunião foi importante. “Não discutimos apenas infraestrutura e ainda deixamos aberto um canal de diálogo com as pessoas que convivem no terminal todos os dias. A solução da rodoviária deve ser coletiva e acreditamos que o Governo está no caminho certo, ouvindo os maiores interessados”, disse.

Fernando de Oliveira, da Assessoria de Imprensa da Vice-Governadoria, com fotos de Walter Rafael, da Secom