João Pessoa
Feed de Notícias

Trabalho de educação em diabetes orienta pacientes sobre uso correto da insulina

quarta-feira, 2 de outubro de 2013 - 18:43 - Fotos:  Ricardo Puppe

O advogado Nelson Sorrilha tem diabetes há cinco anos e toma insulina há cinco meses, e pega o medicamento doado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), todo mês, no Núcleo de Assistência Farmacêutica (NAF) da Secretaria de Estado da Saúde (SES), em João Pessoa. Ele é um dos pacientes que participaram do trabalho de educação em diabetes, promovido pelo NAF, que realiza frequentemente esse tipo de capacitação.

As instruções me fizeram perder o medo que eu tinha da agulha”, disse Nelson. A coordenadora do NAF, Shirley Jucá, informou que na capacitação o paciente é orientado desde a forma de aplicação; locais de aplicação e sua importância; automonitorização do paciente; conservação; armazenagem; transporte do medicamento até dicas de alimentação saudável; de atividade física e cuidado com os pés.

A capacitação está acontecendo frequentemente na sede do próprio NAF e também nas casas dos pacientes. Foi o que ocorreu com a promotora de justiça, Maria de Lourdes Leite. “Eu uso insulina há oito anos, e apesar desse tempo todo, acho muito importante receber esta orientação porque a doença é muito complexa, cheia de implicâncias. Por exemplo: como uso o medicamento há muito tempo, minha pele vai ficando rígida a arroxeada. Por isso que este trabalho é importante e humanizado porque aproxima mais o paciente do servidor de saúde, o que nos dá mais segurança”, comentou.

A intenção maior é o uso correto da insulina. Existe a aplicação de forma inadequada, perdendo a sensibilidade da pele. Muitas vezes a insulina não penetra e o paciente procura o médico e reclama que não faz efeito, o que leva o profissional aumentar a dosagem ocasionando uma hipoglicemia”, lembrou Shirley.

A farmacêutica do órgão, Luíza Elena, lembrou de outro problema relacionado ao uso da insulina. “Há um preconceito, por parte do paciente, com relação à insulina. A pessoa acredita que quando chega nesta fase é o fim da linha, quando, na verdade, é o medicamento quem vai lhe dar uma maior qualidade de vida”, concluiu.

Núcleo de Assistência Farmacêutica (NAF) – Na grande João Pessoa são distribuídas cinco mil insulinas, mensalmente. Já nas outras 11 Gerências Regionais de Saúde, são três mil por mês. Isso entre insulinas de ação rápida e ação lenta.

Para ter direito ao medicamento, o usuário deve abrir um processo na Secretaria de Estado da Saúde, na Torre, na capital, apresentando receita; laudo médico; documentos pessoais e cartão do SUS. De forma rápida, o processo é encaminhado para o NAF, que dá início à distribuição das insulinas.

O NAF fica no bairro de Jaguaribe, em João Pessoa, e é aberto de 2ª a 6ª, das 8h ao meio-dia e das 14h às 17h. Os telefones são: 3218-5892 e 3218-7395.