Fale Conosco

15 de agosto de 2012

Trabalhadores rurais de 15 municípios aprendem a planejar atividades



Cerca de 800 agricultores, pescadores, artesãos, dirigentes de associações e servidores públicos estaduais participam, até o próximo dia 24, de vários cursos de capacitação realizados pelo Projeto Cooperar. Entre as áreas oferecidas estão os sistemas agroecoprodutivos, prestação de contas e a aplicação do método Itog, que leva em consideração o Investimento, a Tecnologia, a Organização e o Gerenciamento como forma de contribuir com a discussão e a implementação dos subprojetos financiados no Estado.

Nesta semana, são capacitados os representantes de famílias que moram em Baía da Traição, Santa Helena, Caturité, Itaporanga, Barra de Santa Rosa, Princesa Isabel, Patos e Cabedelo. Na sede do Projeto Cooperar, por exemplo, a sexta-feira (17) será de continuidade a um ciclo de palestras sobre sustentabilidade no campo. Serão debatidos temas como: Gestão Pública Orientada para resultados e inovação, com a coordenadora executiva do programa Gespública, Maria Elizabeth Costa Viana; além do Gabinete da Palma e outros Sistemas Agroecoprodutivos para a região dos cariris, com o professor da Universidade Federal da Paraíba, Daniel Duarte Pereira.

Ainda na sexta-feira, chegam ao fim as capacitações que lidam com o método Itog em Baía da Traição, Santa Helena e Caturité. “O método auxilia o agricultor no planejamento dos projetos. Dessa forma ele aprende a usar melhor os recursos e as potencialidades da área produtiva”, destacou o gestor do Projeto Cooperar, Roberto Vital. “Várias comunidades já estão usando o sistema e vamos continuar capacitando outros produtores”, complementou. Na próxima semana, o método será repassado para os agricultores de Cuité, Diamante e Itapororoca.

Prestação de contas – Uma das dificuldades do produtor rural que solicita financiamento de subprojetos é a prestação de contas. Por isso, o Cooperar auxilia os beneficiários na elaboração das planilhas. Nesta semana, o curso é oferecido em Itaporanga, Princesa Isabel e Patos. No dia 21, será a vez dos produtores de Cajazeiras. Nos dias 22, 23 e 24 recebem a capacitação os agricultores de Pombal, Areia e Lagoa Seca, respectivamente. No total, cerca de 500 pessoas devem participar dos cursos de prestação de contas, promovidos pelo Projeto Cooperar.