Fale Conosco

10 de abril de 2013

Torcida Fiel do Corinthians realiza campanha de doação de sangue



Torcida do Corinthians no Hemocentro (9)A Torcida Fiel do Corinthians em João Pessoa realiza neste sábado (13) mais uma campanha para doação de sangue no Hemocentro da Paraíba. Esta será a 11ª edição do evento que acontece simultaneamente em todo o Brasil. A torcida tem quase 60 associados, que no dia da campanha vão se reunir a partir das 9h na sede do Hemocentro.

De acordo com o coordenador de eventos da Torcida Fiel Corinthiana em João Pessoa, Daniel Alves, a mobilização para a campanha já começou com o convite aos sócios na própria sede da agremiação no Bairro de Tambauzinho e por meio das redes sociais. Ele explicou que a cada edição da campanha, que acontece duas vezes ao ano, o objetivo é sempre aumentar o número de doadores. Denominada de “Sangue Corinthiano”, a campanha pretende mobilizar não só os torcedores do Corinthians como também de outros times. “Esta é mais uma ação de solidariedade humana e só quem sabe o valor de uma bolsa de sangue é quem já precisou dela”, disse.

Para Daniel, não importa se o torcedor é de arquibancada, de torcida organizada ou acompanha o Timão só pelo rádio ou TV. “O importante é fazermos nossa parte na sociedade, doar um pouco do sangue corinthiano que corre em nossas veias. Vamos doar sangue, salvar vidas e mostrar ao Brasil o poder de nossa torcida”, enfatizou.

Torcida do Corinthians no Hemocentro (1)Para a diretora geral do Hemocentro, Sandra Sobreira, parcerias com estas são de grande importância para a sensibilização do ato de doar sangue. “São atletas que decidiram por esse gesto nobre e esperamos que outras agremiações possam se engajar nessa luta para que o nosso estoque de sangue aumente e possa sempre atender a demanda”, disse.

Fortalecendo o estoque – Sandra Sobreira explicou que a rede de hemonúcleos está contribuindo para fortalecer o estoque de bolsas de sangue do Hemocentro, em João Pessoa. A rede tem unidades em Princesa Isabel, Picuí, Itaporanga, Piancó, Patos, Sousa, Cajazeiras, Guarabira, Monteiro, Catolé do Rocha, além do Hemocentro de Campina Grande.

Segundo a diretora, o ato de doar sangue é, antes de tudo, um gesto de amor ao próximo. Cada vez que uma pessoa doa sangue, salva a vida de até quatro pessoas. A quantidade de sangue retirada não afeta a saúde do doador e a sua recuperação é imediata. Os tipos sanguíneos mais procurados são: A+ e O+, enquanto que o tipo mais difícil de obter é o AB-, pois apenas 0,3% da população possuem esta tipagem.

“É um gesto simples, mas de grande valor humano e solidário e a gente só sabe da importância do sangue quando nós ou algum parente está precisando dele”, disse Sandra Sobreira.

Condições para ser doador de sangue

- Ter idade entre 16 e 67 anos, 11meses e 29 dias (se for menor de 18 anos é necessário autorização do responsável legal)

- Pesar acima de 50 quilos.

- Ter dormido normalmente nas últimas 24 horas

- Estar alimentado, dando intervalo de 2 horas após o almoço.

- Evitar alimentos gordurosos na véspera e no dia da doação.

- Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade.

- Não estar gripado, resfriado, com febre ou diarreia.

- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas.

- Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis.

- Não estar grávida ou em período de amamentação. A menstruação e o uso de pílulas anticoncepcionais não impedem a doação.

- Respeitar o intervalo entre as doações que devem ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.