Fale Conosco

11 de agosto de 2011

Time de futsal de cegos da Funad consegue patrocínio para renovar uniforme



O time de futsal de cegos da Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad) conseguiu o patrocínio do Banco do Brasil (BB) para a renovação do uniforme completo. O apoio, firmado recentemente, é fruto de uma parceria firmada entre o BB e o Governo do Estado, por meio da Funad, com o objetivo de fomentar a prática esportiva e promover a inclusão social das pessoas com deficiência na Paraíba.

Segundo a coordenadora no Núcleo de Educação e Desporto da Fundação (NED), Verônica Cavalcanti, os atletas ficaram muito entusiasmados com a conquista do patrocínio do BB, que é referência internacional no apoio e incentivo a equipes e eventos esportivos em todo o mundo. “Podemos dizer que nossos atletas receberam uma injeção super reforçada de ânimo”, destacou Verônica, acrescentando que o time se prepara para participar do Campeonato Norte-Nordeste, promovido pela Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais (CBDV), que acontecerá no próximo ano.

Para o treinador da equipe, Josemar Rodrigues, a iniciativa agrega um caráter profissional ao time, que até agora tem se apresentado tecnicamente (jogando entre si) em eventos em alguns municípios paraibanos. “Já pudemos mostrar o fruto do nosso trabalho nos municípios de Cabedelo, Monteiro e Guarabira, e também recebemos convites para eventos nacionais”, disse Josemar, informando que o time se prepara para competir oficialmente pela primeira vez no final de setembro deste ano, em Salvador (BA), tendo o Banco do Brasil como patrocinador.

O time – Neste mês, o Futsal da Funad completa um ano de formação, com 10 atletas na faixa etária de 30 anos, sendo oito com deficiência visual. Eles moram em diferentes municípios do estado (João Pessoa, Serrinha, Borborema, Santa Rita e Sapé) e se reúnem para treinar todos os sábados à tarde, no ginásio do Astrea, em João Pessoa.

O jogo – Futsal de Cegos ou futebol de Cegos, conhecido também como Futebol de Cinco, é uma adaptação do futsal para pessoas cegas. O esporte, organizado pela IBSA – International Blind Sports Federation, é jogado em quadra com regras de futebol de salão modificadas da FIFA. A única modificação espacial necessária é o que se chama de banda lateral, um conjunto de compensados de madeira de um metro e meio de altura que percorre toda a lateral da quadra. Dessa maneira, a bola só sai de jogo na linha de fundo, o quê dá ao esporte um dinamismo muito maior.

Os goleiros enxergam normalmente (videntes). Mas, para evitar que influam demasiadamente na dinâmica da partida, eles têm sua área de atuação restrita a uma pequena zona retangular de 2 por 5 metros, próxima ao gol. Além disso, um guia (chamador), posicionado atrás do gol adversário, orienta os jogadores de ataque de sua equipe.

 

A bola possui guizos que produzem sons, através dos quais os atletas podem encontrar a bola. As partidas oficiais têm dois tempos de 25 minutos, com 10 minutos de intervalo. (www.pt.wikipedia.org)