Fale Conosco

27 de novembro de 2012

Técnicos são capacitados para instalação de novos sistemas do Programa Água Doce



Começou na tarde dessa segunda-feira (26), em Campina Grande, o I Curso de Capacitação de Técnicos Envolvidos no Diagnóstico do Programa Água Doce. O curso é uma realização do Ministério do Meio Ambiente (MMA), da Secretaria de Estado de Recursos Hídricos, Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia da Paraíba (Serhmact), da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa) e da Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq).

Cerca de 30 técnicos do Programa Água Doce estão participando do curso, que é realizado no Centro de Humanidades da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). A programação vai até esta quarta-feira (28), quando será realizado um dia de campo no Sítio Nazaré, município de Pocinhos.

As atividades foram iniciadas pelo analista ambiental do MMA e representante da Coordenação Nacional do Programa Água Doce, Henrique Pinheiro Veiga, que falou sobre a metodologia do Programa Água Doce na Paraíba. Segundo ele, 27 municípios da Paraíba já contam com o Programa Água Doce. Três são Sistemas Produtivos, que trazem benefícios para a comunidade proporcionados pela dessalinização da água. A meta, disse Henrique Pinheiro, é iniciar a implantação de mais 93 sistemas de dessalinização na Paraíba até o final de 2014.

Estão sendo capacitados os técnicos que irão trabalhar no diagnóstico das localidades onde serão instalados os sistema de dessalinização. A intenção do Ministério do Meio Ambiente é estabelecer uma política pública permanente de acesso à água, considerando os cuidados ambientais e o controle social na gestão do Sistema de Dessalinização. A ideia é garantir a sustentabilidade do sistema em cada local instalado, com o envolvimento também das comunidades beneficiadas.