João Pessoa
Feed de Notícias

Técnicos do projeto de desenvolvimento do cariri, seridó e curimataú fazem treinamento no Congo

sábado, 15 de fevereiro de 2014 - 13:28 - Fotos: 

O Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), vinculado à Secretaria de Estado de Agropecuária e Pesca, realizou sua primeira atividade coletiva com a nova equipe técnica de assessores e consultores. Entre os dias 12 e 14 de fevereiro, o grupo participou de um treinamento no município do Congo, no semiárido paraibano, culminando com uma visita ao assentamento Mandacaru, no município de Sumé.

“Foi fundamental trazer a equipe técnica para fazer o treinamento no município do Congo, em pleno semiárido, pois essa é a região de abrangência do projeto e será o espaço em que o corpo técnico desenvolverá suas atividades”, disse a coordenadora do Procase, Dirce Ostroski.

Durante o treinamento, foram abordados temas relacionados ao semiárido paraibano, a construção de metodologias participativas, e a elaboração e análise de projetos produtivos sustentáveis. “Queremos que toda a equipe, desde o pessoal do setor administrativo até os mobilizadores sociais e coordenadores das unidades regionais, entendam a concepção do projeto e seu modo de funcionamento no Estado”, acrescentou.

No último dia do treinamento, a equipe visitou o assentamento Mandacaru, na fazenda Feijão, zona rural do município de Sumé, onde vivem 118 famílias há mais de 14 anos. “Esse é um encontro fundamental com a realidade que será trabalhada. Os assentamentos de reforma agrária são um dos ambientes onde os projetos do Procase podem ser realizados”, destacou a coordenadora.

Fruto de parceria entre o Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca (Sedap), e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), o Procase vai investir cerca de R$ 100 milhões em projetos produtivos de 56 municípios do semiárido paraibano nos próximos seis anos.

Editais – No primeiro edital lançado, que previa R$ 5 milhões para projetos produtivos de até R$ 200 mil por associação ou cooperativa, foram apresentados 31. Após a avaliação do comitê gestor, foram aprovados dois projetos de apoio à mineração em Nova Palmeira (R$ 294 mil), dois projetos de apoio à produção de renda renascença em São João do Tigre (R$ 288 mil) e um projeto para instalação de uma queijeira e de um tanque de resfriamento de leite no município de Prata (R$ 208 mil).

O segundo edital para envio de projetos já está aberto e disponível na internet através da página da Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e Pesca, no portal do Governo do Estado: http://www.paraiba.pb.gov.br/agropecuaria-e-pesca/procase