João Pessoa
Feed de Notícias

Tarifa Verde melhora a vida de agricultores irrigantes na Paraíba

sexta-feira, 14 de março de 2014 - 17:12 - Fotos: 

Agricultores familiares de Itaporanga, no Alto Sertão paraibano, começaram a vislumbrar um futuro com mais dignidade. O programa Tarifa Verde é o principal responsável pela melhoria na qualidade de vida das famílias agricultoras, especialmente aquelas que trabalham com pequenas irrigações frutíferas e de alimentos básicos.

O agricultor Rodrigo Pita Pereira, da comunidade Catolé, orientado pelo extensionista Wendell Max, foi contemplado com um kit de irrigação Tarifa Verde e está cultivando milho e feijão. Segundo ele, que trabalha também com a criação de pequenos animais, as culturas estão em fase de desenvolvimento, mas já vislumbra perspectivas de uma excelente produção mediante os padrões técnicos aplicados.

Na região administrativa da Emater em Itaporanga, segundo a coordenadora regional Roméria Pereira, foram instalados cerca de 40 medidores dupla tarifa. Ela adiantou que a Emater está orientando as 15 coordenadorias regionais e os 223 escritórios locais para continuarem cadastrando novos agricultores familiares irrigantes, visto que a meta estabelecida pelo Governo do Estado é atingir quatro mil beneficiários até 2015.

De acordo com o presidente da Emater, Geovanni Medeiros, o programa Tarifa Verde tem beneficiado vários municípios e aumentado a rentabilidade dos produtos trabalhados sob regime de irrigação, diminuindo o custo da energia, uma vez que a tarifa é reduzida em 73%, com uso de medidores dupla tarifa.

O Programa de Eficientização de Uso da Água e da Energia, denominado Tarifa Verde é desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio das secretarias de Agricultura e Receita estadual, em parceria com a Energisa. Cabe à Emater a responsabilidade de cadastrar, selecionar e assistir os beneficiários do programa tanto na transferência de tecnologia, quanto na orientação, para que cada agricultor irrigante busque perante à Aesa a outorga para uso da água e à Sudema, o licenciamento para operacionalizar o sistema.

Lançado no ano passado, o Tarifa Verde cadastrou até agora 464 agricultores, dos quais 447 já foram selecionados e a Energisa está concluindo a instalação dos medidores. A ação tem investimento de R$ 3,3 milhões por parte do governo estadual e contemplará 4 mil agricultores irrigantes até dezembro do próximo ano. Além de reduzir os custos dos agricultores com energia elétrica, o programa incentiva o uso de sistemas de irrigação mais eficientes, contribuindo assim para o uso racional da água, do solo e da energia elétrica.

Para o diretor técnico da Emater, Erasmo Lucena, o Tarifa Verde representa um passo importante para a agricultura sustentável. Ele ressalta a importância do programa, destacando o interesse do governador Ricardo Coutinho, “que tem envidado esforços no sentido de oferecer uma assistência técnica continuada e de qualidade à agricultura familiar paraibana” enfatizou.