Fale Conosco

13 de abril de 2018

Sudema promove reunião preparatória para Conferência da Caatinga



dr joão 2 270x179 - Sudema promove reunião preparatória para Conferência da CaatingaA II Conferência da Caatinga – Desenvolvimento Humano e Sustentabilidade, que ocorrerá de 19 a 21 de junho próximo na cidade de Fortaleza-CE, foi tratada numa reunião preparatória organizada pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), na manhã da sexta-feira (13), que contou com a participação do representante da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Alce), engenheiro agrônomo Antônio Martins, e técnicos de instituições e órgãos públicos locais.

Durante a reunião, que ocorreu no auditório da Sudema, o representante da Alce abordou os objetivos geral e específicos do evento. “Vamos propor estratégias para o desenvolvimento humano e sustentabilidade da Caatinga, avaliando e analisando os avanços e desafios relativos aos compromissos assumidos na I Conferência, que foi realizada no ano de 2012, além de realizar a Feira Cultural da Caatinga para a difusão do conhecimento científico, tecnológico, cultural e artístico do bioma Caatinga”.

dr. joão 4 270x189 - Sudema promove reunião preparatória para Conferência da CaatingaPara a Paraíba, o técnico cearense orientou que seja realizado um levantamento do que foi feito desde a última Conferência. “Seria interessante ser criado um comitê estadual para levar às discussões nos grupos técnicos informações sobre programas, projetos e ações em desenvolvimento ou previstos que contribuem ou poderão contribuir para as metas previstas nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Caatinga”, justificou.

De acordo com o superintendente da Sudema, João Vicente Machado Sobrinho, a missão da Conferência é apresentar as graves questões que preocupam os seres que vivem na região que agrega o bioma. “O Semiárido, que tem pouca umidade e baixo volume de chuva, abrange mais de 90% da área nordestina, e a Caatinga ocupa 85% desse montante. No estado da Paraíba, o bioma já passa dos 840.000 km², e isso preocupa. Devemos assumir nossa responsabilidade e achar alternativas para esse processo que chega até a desertificação. Tenho certeza que vamos organizar encontros e a comissão da Paraíba vai levar um bom trabalho para a Conferência”, adiantou João Vicente.