João Pessoa
Feed de Notícias

Sudema promove curso de extensão para estudantes em Areia Vermelha

terça-feira, 11 de dezembro de 2012 - 12:15 - Fotos:  PBTur/ Cacio Murilo

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) aderiu à campanha nacional do Ministério do Meio Ambiente “Conduta Consciente em Ambientes Recifais” e capacita, de quinta-feira (13) até domingo (16), alunos extensionistas de graduações voltadas ao meio ambiente no Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha, em Cabedelo.

O projeto visa transformar os participantes em multiplicadores que, no período de janeiro a março do próximo ano, poderão colocar em prática a teoria e orientar os turistas sobre a importância da preservação ambiental.

“Os alunos participaram de um edital, inscreveram seus projetos, e agora farão a capacitação que acabará se transformando em um estágio. Como multiplicadores, eles poderão orientar os visitantes sobre as regras e condutas no parque, desde a entrada deles as embarcações até a permanência em Areia Vermelha”, explicou a coordenadora de Educação Ambiental da Sudema, Karina Massei.

O segundo ano da campanha, que já capacitou 60 extensionistas em 2011, destina-se aos alunos oriundos dos cursos de Biologia, Engenharia Ambiental, Ciências Biológicas, Ecologia, Gestão Ambiental e Controle Ambiental da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPB) e Faculdade Unida da Paraíba (UNPB).

Em apoio à preservação do parque, a Capitania dos Portos da Paraíba, em conjunto com a Polícia Ambiental, realizam o trabalho de fiscalização da unidade de conservação durante todo o dia, enquanto que a Prefeitura Municipal de Cabedelo recolhe os resíduos marítimos e encaminha para uma acomodação correta.

Programação – Na próxima quinta-feira (13) e sexta-feira (14) ocorrerá a parte teórica do curso no auditório da Sudema, localizada na Av. Monsenhor Walfredo Leal, nº 181, Tambiá. Porém, a parte prática será aplicada no próprio Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha, em Cabedelo, no sábado (15) e domingo (16) no período da manhã.

Conteúdo – Ministrado por técnicos da Sudema e professores universitários, os extensionistas receberão aulas sobre o funcionamento da secretaria, legislação ambiental, impactos ambientais, a importância de preservar os acessos ao parque, biologia marinha, tábua de marés e como se comportar na reserva atendendo algumas exigências, tais como: não ouvir música e alimentar os peixes, as áreas adequadas para mergulho e estacionamento de embarcações. Todos os participantes receberão material didático, camiseta, boné, lanche e protetor solar.

A coordenadora de Educação Ambiental da Sudema, Karina Massei, lembra que a área já foi alvo de grande extração de corais para a produção de cal. Além disso, a pesca predatória era muito alta. “Ano passado iniciamos essa conscientização através dos extensionistas e nossa meta é estender a capacitação para usuários das marinas que visitam o parque constantemente e precisam seguir as normas. Assim, evitaremos a degradação que ocorreu no passado”, ressaltou.

Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha O local é uma das 25 Unidades de Conservação da Paraíba com uma área de grande biodiversidade marinha, onde existe uma grande reprodução de espécies que abrigam outras passageiras como golfinhos e tartarugas que se alimentam nos arrecifes de corais em uma área de 230,91 hectares.

Localizada no município de Cabedelo, estima-se que as águas azuis e cristalinas do Parque Estadual Marinho de Areia Vermelha protejam ao menos nove espécies de corais, nove tipos de esponjas, 41 moluscos, 31 crustáceos, 55 de peixes, entre outros grupos da fauna recifal. Espécies de peixes valorizadas comercialmente também vivem nos arrecifes.