João Pessoa
Feed de Notícias

Sudema participa de debate na AL sobre a desertificação na Paraíba

quinta-feira, 29 de outubro de 2009 - 17:06 - Fotos: 

Durante toda esta semana, a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) vem discutindo os impactos causados pela degradação ambiental, em especial a questão da desertificação. Desde a terça-feira (27), vem sendo realizado um seminário de capacitação que auxilia coordenadores ambientais da Sudema na elaboração e implementação do Programa de Ação Estadual de Combate à Desertificação e Mitigação dos Efeitos da Seca (PAE).
 
Nesta quinta-feira (29), às 9h, durante uma sessão especial na Assembléia Legislativa foram discutidas as ações que o Governo do Estado está executando para minimizar os problemas causados pela desertificação. Na Paraíba, mais de 200 municípios são suscetíveis à desertificação. A sessão especial foi proposta pelo deputado Carlos Batinga.
 
No território paraibano, as regiões do Cariri, Agreste e Sertão são as mais afetadas pelo processo de desertificação, que está presente em todo o Nordeste e ainda no Norte de Minas Gerais e Noroeste do Espírito Santo. Mas já há registros do problema até próximo ao Litoral.
 
O titular da Secretaria de Estado do Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Ciência e Tecnologia (Semarh), Francisco Sarmento, o governo estadual promove um dinamismo maior e vem desenvolvendo políticas de conscientização, com ações junto às comunidades, universidades, no objetivo de melhorar o conhecimento e formar uma base de informações adequadas para o futuro.
 
Presentes à sessão na Assembléia, representantes do Ministério do Meio Ambiente; o secretário da Semarh, Francisco Sarmento, e o secretário-executivo, Eloízio Henriques; a diretora técnica da Sudema, Ana Lúcia Espínola; membros do Conselho de Proteção Ambiental do Estado da Paraíba (Copam), da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba, das secretarias do Meio Ambiente de João Pessoa e Campina Grande e das universidades Federal de Campina Grande (UFCG) e Federal da Paraíba (UFPB) – Campus de Areia, o Serviço de Cooperação Alemã (GOPA/GTZ) e a Organização não Governamental IICA.

 

Milena Feitosa, da Assessoria de Imprensa da Sudema