João Pessoa
Feed de Notícias

Sudema mostra como óleo é prejudicial e ensina a fazer sabão ecológico

sexta-feira, 15 de julho de 2016 - 11:54 - Fotos:  Secom-PB

Um litro de óleo pode poluir até 1 milhão de litros de água. Esse poder de agressão à natureza é o principal argumento usado junto às comunidades pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) durante oficina em que ensina a usar esse resíduo para fabricar sabão ecológico.

“Assim como o papel, o metal, o vidro, o plástico e vários materiais orgânicos, o óleo de cozinha também  deve ser reciclado”, explica Elida Tereza Silva, da coordenadoria de educação ambiental do órgão, que realizou uma dessas oficinas na Associação Beneficente São José, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. “A água é fonte da vida e todos tem  que ter a consiência disso”, alerta.

Renda – Dominar a técnica de transformar o óleo usado em sabão é uma maneira de gerar renda e dona de casa Maria Silva, 45, descobriu isso: “Aprendi a reutilizar o material e agora economizo na compra de sabão. Também aproveito para fabricar em quantidade e vender”.

Multiplicar a informação – Taciana Wanderley, coordenadora de educação ambiental da Sudema, explicou que as oficinas têm a missão de formar cidadãos consientes e multiplicadores dessas atitudes que protejam meio ambiente.

A oficina na Associação São José teve a participação de 42 pessoas. Comunidade que se interessem podem solicitar a oficina ao setor de Educação Ambiental da Sudema pelo telefone 3221-9686.

Sabão perigoso – O óleo de cozinha é altamente prejudicial ao meio ambiente quando jogado na pia, porque em geral vai direto para a rede de esgoto, causando entupimentos. Isso exige que mais produtos químicos sejam adicionados ao tratamento dos esgotos para livrá-los do óleo, encarecendo a manutenção da rede.