Fale Conosco

12 de abril de 2012

Sudema lança projeto que une comunidade e meio ambiente



O projeto Ecomunidade, desenvolvido pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), começa nesta quinta-feira (12) e vai envolver profissionais do Jardim Botânico de João Pessoa, da Coordenadoria de Educação Ambiental e das comunidades do entorno da Mata do Buraquinho.

O Ecomunidade pretende agregar valores ambientais ao cotidiano das crianças e dos jovens que residem nessa região de Mata Atlântica, aproximando-os do Jardim Botânico e auxiliando na conservação do local, por meio da realização de oficinas voltadas a esse público, com idades entre 6 e 18 anos. Numa primeira etapa, esse projeto vai atender à comunidade São Rafael, por meio de parceria entre a Sudema e a Entidade Beneficente Evangélica (EBE), instituição que desenvolve atividades recreativas e educativas na comunidade há mais de 20 anos.

O projeto será realizado em duas edições anuais, durante dois anos consecutivos, atendendo a um público de até 200 crianças e adolescentes por edição. As crianças, os adolescentes e os moradores das comunidades e escolas participantes do projeto serão selecionados mediante inscrição e documentação atualizada nos locais previamente estipulados com a direção do Jardim Botânico.

No Ecomunidade serão desenvolvidos três tipos de oficinas. Na oficina “história ambiental da nossa comunidade”, voltada às crianças dos 6 aos 10 anos de idade, vai ser elaborado um mural interativo, como o objetivo de identificar diferentes visões sobre o tema “meio ambiente”, estimulando um olhar crítico das crianças e provocando-as a perceberem como o tema está presente no seu cotidiano e na comunidade de uma forma geral.

Na oficina “Nossa Horta”, voltada aos adolescentes de 11 a 14 anos de idade, a comunidade vai construir um espaço destinado ao plantio de hortaliças e ervas medicinais na sede da EBE, utilizando técnicas de cultivo orgânico e materiais reciclados, como ferramenta de educação e sensibilização ambiental das crianças e jovens envolvidos no projeto, além de incentivar a auto sustentabilidade da entidade.

Já a oficina “Reciclagem de Papel” vai trabalhar com adolescentes de 15 a 18 anos de idade, apresentando a cadeia produtiva do papel reciclado como forma de reaproveitamento de material, assim como de uma possível geração de emprego e renda, estimulando valores ambientais e o consumo consciente.

Desta forma, o projeto Ecomunidade propõe a integração, estimula a participação ativa da população local e contribui para o desenvolvimento de atitudes individuais e coletivas na gestão do uso sustentável e na conservação dos recursos naturais, além de ser mais uma ferramenta na conservação e aplicação de decisões que afetem a qualidade de vida do meio físico-natural e sóciocultural.