João Pessoa
Feed de Notícias

Sudema fiscaliza e monitora gestão de lixo hospitalar em todo o Estado

quinta-feira, 4 de março de 2010 - 17:40 - Fotos: 
O lixo ou resíduo sólido causa a poluição do solo, água e ar, apresentando risco potencial à saúde e ao meio ambiente, e o lixo hospitalar ainda mais, devido à presença de material biológico, químico, radioativo e perfurocortante. Diante desse quadro, a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) está realizando fiscalizações programadas nos hospitais do Estado da Paraíba.

A ação está sendo realizada por duas técnicas, a química Fátima Morosine e a bióloga Tereza Newman, objetivando avaliar e monitorar a gestão dos resíduos gerados pelos hospitais, que são classificados como infectantes, especiais e comuns.

As técnicas estão levando em consideração itens como se os estabelecimentos têm um responsável especializado, devidamente registrado em conselho profissional, para o gerenciamento dos resíduos; se esses resíduos estão sendo acondicionados em sacos plásticos grossos, brancos leitosos e resistentes com simbologia de substância infectantes, além de serem esterilizados ou incinerados; se os perfurocortantes estão acondicionados em recipientes rígidos, estanques, vedados e identificados com a simbologia de substância infectante; a aplicação dos restos alimentares in natura não estarem sendo encaminhados para a alimentação de animais, entre outros atenuantes. A fiscalização nos hospitais é por tempo indeterminado.

Alex Márcio, da Assessoria de Imprensa da Sudema