Fale Conosco

2 de setembro de 2015

Sudema certifica madeiras extraídas no Estado da Paraíba



O Governo do Estado, por meio da Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), vem realizando a certificação das madeiras extraídas no Estado. Com a autorização de exploração florestal, os consumidores passam a ter acesso a informações sobre a origem do produto e de sua legalidade. A iniciativa faz parte do Plano de Manejo Florestal e visa inibir a exploração ilegal e desordenada dos recursos florestais.

Segundo o superintendente da Sudema, João Machado Sobrinho, a certificação florestal é a garantia que a madeira utilizada em determinado produto é oriunda de um processo produtivo manejado de forma ecologicamente adequada, socialmente justa e economicamente viável, além de respeitar todas as normas legais.

O coordenador da Divisão de Floresta da Superintendência do Meio Ambiente, Humberto Gomes, explicou que para a aquisição da autorização de exploração é preciso que os produtores rurais com capacidade de produção florestal (lenha) procurem um profissional capacitado tecnicamente, para que seja elaborado e encaminhado para Sudema um plano de manejo florestal, e com isso é realizada a avaliação e se necessário adequação do projeto.

Humberto ressaltou ainda que, quando a madeira é extraída de áreas com Plano de Manejo Florestal Sustentável, o impacto ambiental gerado é muito menor, garantindo a conservação das florestas e a continuidade da disponibilidade de matéria prima para as próximas gerações.

Madeira Legal – A madeira legalé a madeira de espécies nativas que provem do corte autorizado pelo órgão ambiental competente e que possua o documento de licença de transporte e armazenamento acompanhada da Nota Fiscal correspondente.