Fale Conosco

1 de junho de 2012

Sudema apoia pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais no Parque Estadual Pedra da Boca



Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais chegam na tarde desta sexta-feira (1) à Paraíba onde farão uma pesquisa sobre as espécies de aranhas no Parque Estadual Pedra da Boca, em Araruna.

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) vai apoiar o trabalho da equipe durante a pesquisa que deve durar cerca de sete dias. Esse trabalho faz parte do projeto “Sistemática e evolução das aranhas da família Sicariidae”, financiado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, que vem sendo realizado desde setembro do ano passado.

O projeto dos pesquisadores mineiros propõe um estudo detalhado da filogenia e taxonomia da família Sicariidae, com ênfase nas espécies sulamericanas e, principalmente, na fauna do Brasil. Propõe também um estudo de filogeografia com estudos sobre evolução de toxinas nesta família, que reúne espécies de importância médica e de grande interesse biotecnológico.

Os resultados do projeto contribuirão para a compreensão da evolução das formações vegetais áridas e semiáridas da América do Sul, em particular da Caatinga, um dos biomas brasileiros menos conhecidos.

A expectativa é de que os resultados também atinjam o público não-especializado, uma vez que serão produzidas chaves interativas de identificação ilustradas com fotografias digitais, disponibilizadas on-line, com versões em português, espanhol e inglês, na homepage do Instituto Butantan.