Fale Conosco

15 de março de 2018

Socioeducandos recebem orientações para inserção no mercado de trabalho



“Os aprendizados da vida têm que ser convertidos para coisas positivas”. Foi com essa fala inicial e motivacional que o gerente administrativo do Sistema Nacional de Emprego (Sine/PB), Thiago Diniz, incentivou jovens e adolescentes privados de liberdade na abertura de um ciclo de palestras, iniciado nesta quinta-feira (15), e que vai acontecer em unidades socioeducativas na Paraíba. A palestra sobre ‘Qualificação e Inserção no Mercado de Trabalho’ mobilizou internos da Semiliberdade, nesta manhã, e internas do Centro Socioeducativo Rita Gadelha (unidade feminina), à tarde.

Thiago abriu o ‘bate papo’ contando sua história de dificuldades e superação e mostrando aos adolescentes que ‘você também pode chegar onde quer’. Apesar da dificuldade física, vitima de uma doença crônica, Thiago provou, estando hoje a ministrar palestras, que é possível vencer. ‘Todo sonho exige disciplina e o primeiro passo é fazer o que você ama’, comentou.

Esse ciclo é uma iniciativa da Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice Almeida (Fundac), por meio da Diretoria Técnica e Eixo Profissionalização e em parceria com o Sine/PB, Secretaria de Estado Desenvolvimento Humano (Sedh) e Secretaria de Educação (SEE).

Interesse despertado – M.da S., 17 anos, já trabalhou como serralheiro. Ele elogiou a realização de cursos e palestras dizendo que, além de ser bom para distrair a mente, é uma chance para mudar de vida. Ele estudou até a 5ª série do primeiro grau e demonstrou muito interesse no curso sobre mecânica de moto que vai acontecer em breve na unidade.

Thiago chamou a atenção dos internos (as) para a necessidade de se qualificar. Segundo ele, o mercado está exigente e que em 90% das vagas de trabalho o candidato tem que ter o ensino médio completo. Para quem não tem o fundamental completo é muito mais difícil, restringindo a trabalhos físicos.

Dicas – Para os adolescentes que desejam entrar no mercado de trabalho é importante ter um currículo objetivo, se sair bem numa entrevista, ter o segundo grau completo, etc. Segundo o palestrante, o perfil de trabalho mudou muito. “Hoje barbeiro é uma profissão sofisticada”, afirmou, destacando que o conceito mudou e agora esses ambientes têm certo requinte, que inclui bar, wifi, sinuca, etc. “É uma profissão que cresceu muito”, observou.

Cursos – O Sine/PB hoje disponibiliza dois tipos de curso. O presencial e o online. Para o presencial, a oferta para os interessados vão de cursos de noções de inglês, informática básica e rotinas administrativas e empregabilidade. Esses cursos acontecem por meio da parceria entre Sine/PB e o Centro Brasileiro de Cursos (Cebrac), na av. 13 de Maio, no Centro de João Pessoa.

“Quanto mais você faz curso, se prepara, pontua melhor no mercado de trabalho”, declarou Thiago. Quando deixarem a unidade, os interessados devem se informar por meio do endereço online via escola.trabalho.gov.br. Os interessados em se inscrever num dos cursos oferecidos pelo Sine/PB devem estar com Carteira de Trabalho, apresentar um currículo objetivo (se nunca teve experiência deve colocar que “está em busca de uma experiência”), levar o comprovante de residência, RG e CPF.

Segundo o palestrante, a parceria Sine/Fundac vai possibilitar o acesso ao mercado de trabalho. “Temos que encarar a vida como uma benção. Viver é um dom. Se vocês seguirem o caminho do bem, aproveitem da melhor maneira possível, apesar das dificuldades. Tapem os ouvidos para coisas negativas”, aconselhou Thiago.

Para o diretor da Semiliberdade, Davi Lira, “em um momento tão difícil de crise por que passa a economia de nosso país, ter consciência da importância de se profissionalizar é uma questão de necessidade”. Davi disse que a Fundac, na pessoa do presidente Noaldo Meireles, conjuntamente com a Sedh, Educação e Sine, acertam em cheio na parceria trazendo o palestrante Thiago Diniz, enriquecendo com novos horizontes e perspectivas os adolescentes e jovens que cumprem medidas socioeducativas nesta unidade.