Fale Conosco

1 de novembro de 2017

Socioeducandas da Fundac participam de oficina de maracatu



23158455 1487414798021973 407367860 o 270x151 - Socioeducandas da Fundac participam de oficina de maracatuParceria entre o projeto de ação social ligado ao Maracatu Baque Mulher e a Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida, através da diretoria técnica da Fundac, levou oficina de maracatu para jovens e adolescentes do sexo feminino, que atualmente cumprem medidas na Unidade de Atendimento Socioeducativo Rita Gadelha. A atividade contou com a coordenação do eixo Suporte Institucional e Pedagógico da Fundação.

“A oficina contempla o que vem sendo praticado por todos os eixos que compõe a diretoria técnica da Fundac que é construir uma socioeducação pautada na gestão compartilhada, a humanização das ações e a oferta de atividades pedagógicas que contemplem toda diversidade cultural que nós temos”, explicou Érica Renata Araújo, coordenadora do eixo Suporte Institucional e Pedagógico.

O Maracatu Baque Mulher é um grupo formado por mulheres que há sete meses leva o som do maracatu por onde passa e está ligado ao grupo Matriz de Recife. “A proposta do grupo é trabalhar o empoderamento feminino através da música. Um dos seus princípios é trabalhar o combate às vulnerabilidades sociais através da música, especificamente do maracatu”, explicou a coordenadora.

Segundo Érica Renata, “a diretoria técnica da Fundac acolheu a ação com muita alegria, pois acredita que através desse tipo de atividade poderemos acessar essas adolescentes e ressignificar o objetivo da sua medida socioeducativa. Estamos construindo uma socioeducação guiada pela humanização, atividade coletiva e compartilhada e acima de tudo, pautada em garantir todos os direitos preconizados pelas leis que protegem a criança e o adolescente”.