João Pessoa
Feed de Notícias

Site desenvolvido pelo Governo do Estado entra no ar em abril

quarta-feira, 31 de março de 2010 - 09:24 - Fotos: 
O sonho de ver o seu produto divulgado no mundo inteiro e, principalmente, de vendê-lo por um preço justo agora é uma realidade para os artesãos paraibanos. Neste mês de abril entra no ar o site www.paraibaartesanato.com.br, um portal desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio do Projeto Cooperar, com o intuito de apoiar a comercialização.

Os pequenos produtores consideram a iniciativa uma das ferramentas mais importantes já utilizadas por eles.

A artesã Rita Fernandez da Silva, do município de Ingá, lembra que já passou até quatro meses sem vender nenhuma peça de labirinto, mas que com a Internet ao seu alcance a tristeza de ver seu trabalho esquecido faz parte do passado. “Nós não temos recursos para ir às feiras realizadas em outros Estados e vender nossos produtos. Por causa disso, as peças acabam não tendo comercialização e dando prejuízos. Esse site surge para nós, artesãs, como uma salvação”, declarou.

Redenção – Já a presidente da Câmara Municipal de Camalaú, Aldenice Chaves, vê o novo site como a redenção dos artesãos. “A partir de agora o artesão paraibano vai se tornar uma pessoa importante no mundo inteiro e isso será a redenção de todos. Agora a gente pode acreditar que o futuro será bem melhor, porque deixaremos de ser aquele artesão pequenino que está se arrastando e vamos nos tornar grandes”, ressaltou.
 
A felicidade dos artesãos foi compartilhada com o gestor do Cooperar, Plácido Pires, e toda a sua equipe técnica na terça-feira (30), durante um evento realizado na sede do Projeto. O encontro serviu para apresentar o site aos prefeitos e produtores beneficiados com a ferramenta.
 
Mudança de vida – Para Plácido Pires, o funcionamento de um site específico para a divulgação e comercialização de produtos artesanais vai alavancar as vendas e transformar a realidade dos artesãos. “Tirar esses pequenos produtores do anonimato também é o sonho de todos que fazem o Cooperar. Com a chegada desse site nós temos certeza que isso vai acontecer”, enfatizou o gestor.

O prefeito do município de Ingá, Luís Carlos Monteiro, concordou com Plácido Pires e acrescentou que “agora sim o artesanato da Paraíba ficará conhecido no mundo inteiro”. Segundo ele, a ferramenta traz facilidades que contribuem e facilitam a comercialização.
 
Peças à disposição – Quem visitar o site www.paraibaartesanato.com.br vai conhecer e poder comprar peças como a renda renascença, o labirinto, o bordado, a tecelagem, o couro e o sisal. São cinco catálogos virtuais que tornam o artesanato paraibano conhecido no mundo inteiro. As peças estão expostas em fotos que mostram a beleza e os detalhes de cada uma delas.
 
Dezessete municípios compõem o site. Ao todo participam do projeto 14 associações comunitárias e três cooperativas. Também são parceiros do projeto o Sebrae-PB, Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Programa de Artesanato Paraibano.

Os municípios participantes são: Riachão do Bacamarte, Ingá, Juarez Távora, Serra Redonda, Areial, Campina Grande, Alagoa Nova, Cabaceiras, Barra de Santa Rosa, Boqueirão, São João do Rio do Peixe, Monteiro, Zabelê, São Sebastião do Umbuzeiro, São João do Tigre e Camalaú.

Nice Almeida, da Assessoria de Imprensa do Projeto Cooperar