João Pessoa
Feed de Notícias

Sistema Nacional de Vigilância Sanitária reforça articulação para garantir qualidade de sangue

segunda-feira, 26 de junho de 2017 - 10:03 - Fotos: 

Numa articulação que envolveu a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB) e representantes de Coordenadorias de Vigilância Sanitária municipais, realizou-se esta semana uma série de reuniões e ações conjuntas de inspeção e avaliação da Rede de Sangue e Hemoderivados da Paraíba. A iniciativa teve o apoio do Governo do Estado e incluiu reuniões com a secretária de Estado da Saúde, Cláudia Veras, e com dirigentes da Rede de Sangue e Hemoderivados (Hemorrede) do Estado.

Nos encontros, além da avaliação dos trabalhos realizados nos serviços de sangue e hemoderivados da Paraíba, foram discutidas estratégias para o aperfeiçoamento da estrutura da Hemorrede Estadual, que vem passando por um processo de reorganização e fortalecimento desenvolvido pelo Governo com o propósito de garantir maior segurança à saúde das pessoas, conforme ressaltou a diretora-geral da Agevisa/PB, Maria Eunice Kehrle dos Guimarães.

A iniciativa, segundo o gerente de Sangue, Tecidos, Células e Órgãos da Anvisa, João Batista da Silva Júnior, fez parte da ação da Anvisa que tem por objetivo envolver todos os órgãos do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (nas esferas federal, estadual e municipal) no processo de fortalecimento do controle, fiscalização e monitoramento dos serviços de sangue para que se promova a perfeita adequação de toda a Hemorrede do País às normas sanitárias vigentes.

Na Paraíba, de acordo com o representante da Anvisa, foram inspecionados os serviços realizados nos vários segmentos que integram a Hemorrede Estadual, inclusive no Hemocentro Coordenador, sendo empregados em todos eles os critérios de avaliação nacional, cuja metodologia é única para todo o País. Segundo os critérios de avaliação aplicados, João Batista Júnior informou que o Hemocentro da Paraíba trabalha com o mesmo nível de qualidade registrado nos demais hemocentros brasileiros, sendo considerado satisfatório no cumprimento das normas sanitárias e na garantia de segurança e qualidade dos serviços de sangue prestados à população.

Parceria importante – A importância da parceria e da integração dos órgãos do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) no monitoramento e controle da qualidade do sangue e hemoderivados foi tema de reunião ocorrida na manhã desta quinta-feira (22) na sede da Agevisa/PB.

Coordenado pela diretora-geral Maria Eunice Kehrle dos Guimarães, o encontro teve a participação do gerente-técnico de Sangue, Tecidos, Células e Órgãos da Anvisa, João Batista da Silva Júnior, da assessora-técnica Christiane da Silva Costa (da Anvisa), da diretora técnica de Estabelecimentos e Prática de Saúde e de Saúde do Trabalhador da Agevisa, Thais Maira de Matos, da gerente-técnica de Inspeção e Controle em Sangue e Hemoderivados da Agevisa, Iara Coeli da Nóbrega Lins, da coordenadora de Fiscalização em Serviços de Saúde da Vigilância Sanitária de João Pessoa, Elidjane Guerra Vieira Filgueira, e da inspetora sanitária Fabiana Ferreira Ramalho, da Visa/JP.

Na ocasião, a diretora-técnica Thais Matos falou da articulação estabelecida pela Agevisa/PB e o Hemocentro da Paraíba visando à adoção de ações conjuntas para ampliar a segurança da Rede de Sangue e Hemoderivados do Estado. A importância da parceria, segundo ela, está na possibilidade de disseminação de informações e experiências capazes de potencializar e qualificar as ações relacionadas ao aperfeiçoamento do controle dos Serviços de Hemoterapia, em observância ao que dispõe a Resolução (RDC) nº 151, de 28 de agosto de 2001, estabelecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e a Portaria GM/MS nº 1.631/2015.

Sobre o assunto, a gerente-técnica Iara Lins ressaltou que, além de fortalecer o necessário caráter educativo de ações voltadas à redução dos riscos à saúde das pessoas, por meio da melhor qualificação do trabalho e da oferta de um serviço seguro em saúde, a parceria Agevisa/Hemocentro é importante para se garantir a segurança de todo o ciclo do sangue, que inclui a captação e seleção (na triagem clínica) dos candidatos à doação, a coleta do sangue, o processamento, o armazenamento, os exames laboratoriais do doador, o preparo da transfusão (testes pré-transfusionais) e a transfusão.