João Pessoa
Feed de Notícias

Sistema de Segurança Alimentar é implantado na Paraíba

sexta-feira, 7 de outubro de 2011 - 17:13 - Fotos: 

Sisan foi apresentado na Fetag.Foto: Severino Pereira/Secom-PB

O Sistema Nacional de Segurança Alimentar (Sisan) está sendo implantado na Paraíba para garantir o principal direito do ser humano: a alimentação. O Sisan foi apresentado nesta sexta-feira (7), na Federação dos Trabalhadores da Agricultura (Fetag), em João Pessoa, pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (SEDH) a cerca de 120 pessoas, entre técnicos do Governo do Estado, representantes da sociedade civil e organizada e conselheiros de segurança alimentar.

“Estamos dando o primeiro passo para implantar o Sistema no Estado. Os conselhos municipais de segurança alimentar vão começar a fazer um levantamento das pessoas que estão nesta situação no Estado. Com isso, garantiremos alimentação a quem ainda não tem este direito”, disse a coordenadora do Núcleo de Segurança Alimentar e Nutricional da SEDH, Jacileide Lopes.

Segundo ela, na Paraíba ainda existem cerca de 600 mil pessoas que não têm acesso às três refeições. Jacileide Lopes acrescentou que o Governo do Estado se comprometeu em construir e implementar o Plano Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional. A adesão oficial da Paraíba ao Sisan será durante a 4ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar, que acontecerá em novembro, na Bahia.

Participantes – Entre os participantes estava o representante do povo indígena, o cacique Tabajara Ednaldo dos Santos Silva. Ele destacou que os índios precisam de orientação sobre qualidade da alimentação.

“A gente está com uma grande expectativa, porque esta é a primeira vez que teremos uma política alimentar voltada para o povo indígena. Esperamos que a alimentação, principalmente das nossas crianças, seja melhorada a cada dia”, destacou.

Palestras – Pela manhã, houve a apresentação do Sisan pelo técnico da gerência executiva de Apoio a Programas Governamentais da SEDH, Wécio Pinheiro, e o presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional, Arimatéia França, falou sobre a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (Losan) e o Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA).

Durante o seminário, a coordenadora estadual do Programa de Aquisição de Alimento (PAA), Adelina Moreira, explicou como funciona o programa que existe em 14 municípios. O PAA compra a produção agrícola diretamente do agricultor familiar e destina a escolas públicas e programas sociais. São beneficiadas pelo PAA cerca de 70 mil pessoas, entre agricultores e usuários de programas sociais.

Parcerias – A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) é uma das parceiras para a implantação do Sistema no Estado. “A gente acompanha com ansiedade este Sistema no qual a UFPB é parceira nesta implantação. A Universidade tem os laboratórios de qualidade, sobretudo de alimentos, na área de tecnologia também e vem contribuir ainda na segurança de novos produtos que contemplem as vocações de cada uma das regiões paraibanas”, afirmou o diretor do Centro de Tecnologia e Desenvolvimento Regional, da UFPB, José Marcelino Carvalheiro.

Seminários – Durante este mês serão realizados seminários em todo o Estado sobre o Sisan. No dia 13, o evento será realizado no Hotel Fazenda Vale das Espinharas, em Patos. Dia 14, em Cajazeiras, no auditório da CDL, dia 21 em Campina Grande, no Hotel Serrano e, encerrando a programação, dia 28 em Guarabira, no Hotel Victory.